PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Corinthians entra em campo sob expectativa por retorno de Carille

Fábio Carille conquistou três títulos em 17 meses de trabalho à frente do Corinthians - Daniel Vorley/AGIF
Fábio Carille conquistou três títulos em 17 meses de trabalho à frente do Corinthians Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

25/11/2018 04h00

A expectativa em torno de um possível retorno de Fábio Carille ao Corinthians divide atenções com a penúltima partida do time alvinegro no Brasileirão. Enquanto o time alvinegro enfrenta a Chapecoense para se livrar completamente do rebaixamento, a diretoria corintiana busca o acerto com o treinador campeão brasileiro em 2017.

O retorno de Carille ao Corinthians ficou mais perto de virar realidade a partir da última sexta-feira. Segundo apuração do UOL Esporte, as conversas entre as partes são convergentes, tanto que o estafe do treinador aguarda um desfecho em breve. A rescisão do contrato com Al-Wehda, inclusive, já seria tema entre o técnico e o clube da Arábia Saudita.

A quebra do vínculo do treinador com o Al-Wehda é um dos entraves para que o retorno se torne viável. Para contratar Carille, o Corinthians precisa pagar uma multa rescisória de 700 mil dólares (R$ 2,7 milhões). Outro esforço corintiano está ligado ao salário do treinador, que recebia R$ 300 mil antes de deixar o clube paulista em maio passado.

Vale ressaltar que ao Carille ganha R$ 800 mil mensais no Al-Wehda, enquanto a comissão levada por ele à Arábia Saudita tem custo de R$ 200 mil. Os valores estão completamente fora da realidade corintiana. Em contenção de custos desde o começo do ano, a diretoria estipulou um teto salarial de R$ 400 mil, pagos aos jogadores mais importantes do elenco.

O Corinthians teria de desembolsar ainda uma quantia para encerrar o contrato de Jair Ventura, que assinou com o clube em setembro e cujo vínculo se encerra somente em dezembro de 2019. Questionado sobre a situação, o treinador disse que o trabalho segue normalmente.

Além de sonhar com a vinda de Carille para a temporada 2019, o Corinthians ainda busca incluir os integrantes da comissão técnica que seguiram o treinador rumo ao Oriente Médio. Assim, o clube alvinegro passaria a contar novamente com o preparador de goleiros Mauri Lima, o auxiliar técnico Leandro da Silva, o preparador físico Walmir Cruz, o observador técnico Mauro da Silva e o analista de desempenho Denis Luup.

Carille deixou o Corinthians em maio passado, depois de conquistar três títulos em apenas 17 meses. Na saída, o treinador afirmou que o lado financeiro pesou na decisão. Meses depois, em entrevista ao UOL Esporte, disse que "precisava sair, porque não dava mais".

A reaproximação entre Corinthians e Carille começou a virar realidade na semana passada, durante um encontro entre o presidente do clube, Andrés Sanchez, e o empresário do técnico, Paulo Pitombeira. Os dois jantaram juntos em Londres e a situação do treinador foi abordada na ocasião.

Futebol