PUBLICIDADE
Topo

Futebol

"Tudo normal", diz Jair sobre possível volta de Carille; clube se manifesta

Corinthians tem apenas 33% de aproveitamento sob o comando de Jair Ventura - Gabriel Machado/AGIF
Corinthians tem apenas 33% de aproveitamento sob o comando de Jair Ventura Imagem: Gabriel Machado/AGIF

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

23/11/2018 18h20

O técnico Jair Ventura afirmou na tarde desta sexta-feira que não foi procurado pela diretoria do Corinthians para falar sobre o futuro e o possível retorno de Fábio Carille. Em breve resposta à imprensa após o treino, o treinador alvinegro se limitou a dizer que estava "tudo normal".

Já o clube alvinegro divulgou uma nota oficial para informar que não entrou em acordo com Carille. Além disso, ressaltou que o time pensa nas duas últimas rodadas do Brasileirão, com Jair no comando.

"O Sport Club Corinthians Paulista informa que não tem nenhum acerto com o técnico Fábio Carille. A diretoria reitera que conta com o trabalho de Jair Ventura e que tem total foco no restante do Campeonato Brasileiro", disse o clube.

O trabalho de Jair no Corinthians está em xeque há algumas semanas. Nos últimos dias, ele passou a enfrentar a sombra de Fábio Carille, que pode voltar o clube paulista na temporada que vem poucos meses depois de acertar com o Al-Wehda, da Arábia Saudita.

O treinador campeão brasileiro em 2017 entrou na pauta da diretoria do Corinthians depois de um reaproximação entre o presidente do clube, Andrés Sanchez. e o empresário de Carille, Paulo Pitombeira. Os dois se encontraram em Londres na semana passada e falaram sobre a situação do técnico.

O Corinthians tem algumas barreiras para contratar Carille. Uma delas é o pagamento de uma multa rescisória no valor de 700 mil dólares (R$ 2,7 milhões). Além disso, o técnico voltaria ao clube com um salário maior em relação à primeira passagem.

Depois da saída de Carille, o Corinthians apostou em Osmar Loss. O ex-auxiliar dirigiu o time em 25 jogos e foi substituído por Jair. Com ele à frente do time, o Corinthians passou a ter um ano ainda mais instável, com apenas quatro vitórias em 17 jogos - a equipe perdeu oito vezes e empatou outras cinco partidas.

O time de Jair soma 43 pontos no Brasileirão, cinco a mais que o Sport, o primeiro time da zona de rebaixamento. A equipe paulista ainda enfrenta Chapecoense em casa e Grêmio fora nas últimas duas rodadas da competição.

Futebol