PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Barça se prepara para intensificar avaliação de Emerson no Atlético-MG

Emerson, lateral direito do Atlético-MG, chama a atenção do futebol europeu - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Emerson, lateral direito do Atlético-MG, chama a atenção do futebol europeu Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

21/11/2018 04h00

Emerson já foi observado por Arsenal e Chelsea, ambos da Inglaterra, em jogos do Atlético-MG na Arena Independência. No entanto, não é só o futebol inglês que demonstra interesse pelo lateral direito. O Barcelona também já enviou um emissário para avaliar o jogador. Há, inclusive, a ideia de intensificar a observação sobre o atleta.

Eric Abidal, diretor de futebol do Barcelona desde junho deste ano, esteve no Horto para assistir à derrota do Galo para o Grêmio no início de novembro. A informação foi divulgada pela Rádio Transamérica e confirmada pelo UOL Esporte.

O ex-jogador do Barça esteve na capital mineira acompanhado de André Cury, representante do lateral direito e do clube catalão na América Latina. A dupla assistiu ao jogo válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro e gostou da atuação do jovem que defende as cores da seleção brasileira sub-20 com frequência.

O Barcelona, agora, planeja intensificar as observações sobre o atleta de 19 anos. Os espanhóis têm buscado jogadores cada vez mais cedo no futebol brasileiro. Os exemplos mais recentes são as contratações de Vinícius Júnior e Rodrygo pelo Real Madrid. O Barça segue a mesma linha do arquirrival no país.

Na mira de clubes ingleses e também do Barça, Emerson segue como titular do Atlético e crê que o assédio serve como combustível em campo.

"Isso para mim é muito gratificante. Só me dá mais combustível para trabalhar mais forte, mas independente disso continuo focado aqui no Atlético. Minha cabeça está está voltada para estas últimas três rodadas. Estou focado 100%", declarou Emerson.

Emerson tem vínculo com o Galo até dezembro de 2022. A cúpula adquiriu a totalidade dos direitos econômicos do jogador em setembro passado.

Futebol