PUBLICIDADE
Topo

Futebol

"Joga de terno": Arthur encanta grupo e ganha status de craque na seleção

Pedro Martins / MoWA Press
Imagem: Pedro Martins / MoWA Press

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em Jeddah (Arábia Saudita)

16/10/2018 04h00

A seleção brasileira entra em campo nesta terça-feira (16) para encarar a Argentina, às 15h (de Brasília), em Jeddah (Arábia Saudita), com uma base sem grandes novidades em relação à Copa do Mundo. Dos 11 titulares que Tite irá escalar no início da partida, a expectativa é que pelo menos dez tenham marcado presença na Rússia. Apenas um dos postulantes à vaga no time principal não esteve no Mundial: Arthur.

Disputando uma vaga com Fred no meio de campo da seleção, o jogador do Barcelona não surge por acaso como “intruso” nessa lista. Em alta com a comissão técnica pelos desempenhos no treino e no seu clube, o jovem meia despontou como principal peça de renovação da equipe.

A moral anda elevada não somente com Tite e auxiliares, mas também com companheiros. Alguns brincam com a classe de Arthur no meio e dizem que ele “joga de terno”. Outros ressaltam que o atleta do Barcelona “não erra”.

Com status de craque, tem a admiração de nomes como Neymar e Philippe Coutinho. O entrosamento com o segundo, por sinal, é algo destacado por Arthur para explicar o bom momento e as chances na seleção brasileira.

“Fico feliz pela oportunidade, acho que essa questão de entrosamento nós pegamos pouco a pouco nos treinos. Tenho um pouco mais com o Coutinho pela convivência no dia a dia, mas com os outros também. Casemiro, Neymar, nós conversamos bastante, eles me dão bastante confiança. Eu sou muito grato a eles por isso, vamos nos encaixando e isso não é problema”, disse o jogador.

Novidade em campo para o ciclo atual, Arthur já era um dos focos de Tite na reta final de preparação para a Rússia. Uma lesão nos últimos meses de 2017, no entanto, o afastou dos campos e comprometeu a briga por uma vaga na Copa.

Na visão da comissão, Arthur tem a precisão no passe que por vezes falta ao Brasil. Ele ainda consegue ditar o ritmo da equipe de acordo com a situação do jogo, chega bem ao ataque e tem capacidade de finalização.

“É um jogador de enorme talento. As pessoas estão encantadas com ele no Barcelona. Nós, aqui, estamos muito satisfeitos também”, pontuou o auxiliar técnico da seleção Sylvinho.

A partida desta terça-feira (16) será a quarta seguida de Arthur pela seleção. Mesmo com as diversas observações da comissão nos últimos jogos, o meia virou prioridade para o técnico Tite, estando em campo nas vitórias sobre El Salvador, Estados Unidos e Arábia Saudita.

Futebol