PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Tiro curto de Dorival no Fla tem 3 "finais", 2 clássicos e 2 algozes

Siga o UOL Esporte no

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

30/09/2018 07h19

O contrato com o Flamengo foi assinado somente até dezembro. Após o empate por 0 a 0 com o Bahia, restam apenas 11 jogos, e a missão de buscar o título do Campeonato Brasileiro está longe de ser das mais fáceis para o técnico Dorival Júnior. Neste tiro curto, o treinador terá pela frente três “finais”, dois clássicos regionais e dois algozes recentes.

Na próxima rodada, o Rubro-Negro enfrentará o Corinthians, que na última quinta-feira o eliminou nas semifinais da Copa do Brasil. Em seguida, encara o rival Fluminense.

No dia 27 de outubro, a primeira das “decisões” diante do Palmeiras, que briga pelo título. No dia 4 de novembro, é a vez do São Paulo, atual líder da competição. No dia 11, o rival Botafogo. No dia 21, o Grêmio, que o ultrapassou na tabela.

No dia 25 de novembro, o Flamengo reencontra o Cruzeiro, que o eliminou na Copa Libertadores.

Dorival, porém, minimizou a tabela que sua equipe terá pela frente:

“Todos terão clássicos, regionais ou nacionais. Jogos difíceis tanto dentro quanto fora de seus domínios. Não vejo nenhuma equipe sobressaindo de uma maneira muito clara e evidente. Em uma partida ou outra isso pode acontecer. Mas o Flamengo virá forte, podem ter certeza. Essa mudança começou a acontecer, agora é ter um pouco de paciência”.

O treinador demonstrou confiança numa evolução do Flamengo nesta final.

“Se voltarmos a ter o mesmo rendimento que essa equipe já conseguiu ao longo da competição não tenho dúvidas que o Flamengo virá muito forte para os jogos finais. Confio que isso vai acontecer. O segundo tempo nos dá mostras de que podemos alcançar uma recuperação”, declarou Dorival.

Futebol