PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio deixa negociação para depois e acredita em permanência de Renato

Renato Gaúcho decidirá se permanecerá no Grêmio após a temporada de 2018 - Lucas Uebel/Grêmio
Renato Gaúcho decidirá se permanecerá no Grêmio após a temporada de 2018 Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

30/09/2018 11h32

O Grêmio garante que ainda não abriu negociações para permanência de Renato Gaúcho no comando do time em 2019. Segundo o diretor de futebol Alberto Guerra, este assunto precisará ser tratado em um momento oportuno, que não é agora em meio a fase decisiva do Brasileiro e da Libertadores.

"Não é hora de pensar nisso. Vencemos três seguidas no Brasileiro, temos uma boa vantagem nas quartas de final da Libertadores. Vamos conversar com ele em um momento oportuno, que não é agora. Nós pensamos só na terça-feira", disse após a vitória sobre o Fluminense, se referindo ao duelo com o Tucumán, na Arena.

Foi Guerra quem participou das negociações para contratação de Renato pela primeira vez no Grêmio, em 2010. Na ocasião, ele diz não ter encontrado qualquer dificuldade para isso.

"Não demorou muito, não, quando o trouxe em 2010. Não acredito que seja problema essa negociação, mas precisa ocorrer em um momento oportuno", completou o dirigente.

Renato foi alvo do Flamengo em mais de uma oportunidade. O clube carioca anunciou recentemente a contratação de Dorival Júnior com vínculo até o fim da temporada e pode fazer nova carga por Portaluppi para iniciar os trabalhos de 2019.

O Grêmio, por outro lado, confia na permanência do treinador pelo ambiente totalmente positivo que ele possui no clube. Ídolo máximo da torcida gremista, o ex-atacante tem boa relação com a direção, comissão técnica e jogadores. Conquistou uma série de títulos e ganhará até estátua na Arena.

Futebol