PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Vasco se reúne para analisar proposta de fundo de investimento de Brant

Ex-aliados e agora desafetos, Brant (e) e Campello (d) podem costurar parceria  - Thiago Ribeiro/AGIF
Ex-aliados e agora desafetos, Brant (e) e Campello (d) podem costurar parceria Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

28/09/2018 04h00

O Conselho Deliberativo do Vasco se reunirá pela oitava vez em 2018 nesta sexta-feira, a partir das 20h, na sede Náutica da Lagoa (RJ). A missão agora é avaliar a proposta e a forma de operação do fundo de investimento internacional “IEM”, trazida pelo ex-candidato à presidência Julio Brant, que estará com os representantes do grupo apresentando as intenções de parceria aos conselheiros.

De acordo com o teor da convocação, assinada pelo presidente do conselho, Roberto Monteiro, a assembleia não decidirá de imediato. A ideia é apenas recomendar ou não a aprovação. A diretoria administrativa e o Conselho de Beneméritos também serão ouvidos antes que o tema seja colocado em votação no Deliberativo.

A proposta engloba uma plataforma de parceria no futebol de marketing, licenciamento, intercâmbio técnico e um aporte financeiro com valores ainda não revelados. Há também um projeto voltado para as divisões de base.

Recentemente, Julio Brant tratou do mesmo tipo de parceria com o candidato à presidência do Sporting (POR) Rui Jorge Rego. O postulante, em entrevista a jornais portugueses, destacou que o fundo acenava com cerca de 120 milhões de euros em investimentos (cerca de R$ 575 milhões).

Rego, porém, ficou bem atrás na eleição do clube lusitano, que escolheu como novo mandatário Frederico Varandas. Essa parceria com o fundo era uma das intenções de campanha de Brant caso ele se tornasse presidente do Vasco.

Agressão a conselheiros também será tema de debate

Outro tema que estará em pauta na reunião será a agressão sofrida por dois conselheiros do grupo de oposição “Sempre Vasco” na saída do último Conselho Deliberativo por torcedores que estavam do lado de fora da sede Náutica.

De acordo com o texto de Roberto Monteiro, o objetivo é “referendar a criação da comissão de sindicância com o objetivo de apurar e relatar para o Conselho Deliberativo os fatos (...) sobre a agressão sofrida por dois conselheiros na última reunião”.

Por conta do clima de insegurança, os conselheiros da “Sempre Vasco” contrataram seguranças para que os acompanhem até a sede Náutica.

Futebol