Topo

Esporte


Convocação de Tite surpreendeu goleiro sub-20 e o próprio Grêmio

Phelipe esperava convocação para seleção sub-20, mas estará em jogos na Arábia Saudita - Rodrigo Fatturi/Grêmio
Phelipe esperava convocação para seleção sub-20, mas estará em jogos na Arábia Saudita Imagem: Rodrigo Fatturi/Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

28/09/2018 04h00

A convocação de Phelipe Megiolaro pegou muita gente de surpresa. Goleiro do time sub-20 do Grêmio, ele foi chamado por Tite para os amistosos da seleção brasileira contra Arábia Saudita e Argentina, no próximo mês. A notícia deixou o jogador maravilhado, mas também surpreendeu aos dirigentes do clube gaúcho.

Aos 19 anos, Megiolaro tem histórico em seleções de base e é muito elogiado pelo perfil de goleiro moderno, com técnica e agilidade. Entretanto, não havia informação sobre convocação para a seleção principal. Até o anúncio de Tite, o clube projetava um chamado para o time sub-20.

"Eu estava treinando e vi nosso diretor ao telefone. Vi que ele tinha ficado surpreso, aí conversamos e ele disse que eu tinha sido convocado. Fiquei feliz, a convocação da sub-20 era quase ao mesmo tempo e achei que era isso e só depois eu entendi que era para a principal", contou Megiolaro ao UOL Esporte. "Vou ser bem sincero, a ficha ainda não caiu", disse depois.

A ideia da CBF é integrar as seleções e dar experiência a jovens. O princípio já havia sido aplicado com Hugo, goleiro do Flamengo.

Natural de Campinas, Phelipe Megiolaro começou como zagueiro. Aos 8 anos, deu 'um passo para trás' e não mudou mais. O pai Agnaldo, goleiro amador nas peladas do interior paulista, incentivou e rapidamente a Ponte Preta assinou contrato de formação com o jovem.

"Meu pai foi goleiro, sempre me incentivou muito e eu tive um gosto especial pela função. Como zagueiro, as coisas não estavam indo tão bem (risos)", lembrou Phelipe. "O goleiro atualmente tem que ter tudo. Eu procuro trabalhar muito para desenvolver várias áreas. A técnica, para poder jogar bem com os pés e ser o líbero, os reflexos", afirmou.

Se a qualidade com os pés é diferencial, a altura também. Phelipe Megiolaro tem 1,84m e já ouviu comentários sobre a estatura diferente dos padrões. "Sei que tem um certo preconceito com isso no Brasil, mas eu compenso com minha técnica, com meu trabalho forte", destacou.

Megiolaro está atrás de Brenno na hierarquia dos goleiros jovens do Grêmio. O segundo já está no grupo principal e tem atuado como titular em vários jogos do chamado time de transição. Convocado por Tite, Phelipe é mais utilizado na equipe sub-20.

Esporte