PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Tuchel elogia lateral belga, mas diz que aguarda retorno de Daniel Alves

Em recuperação, Daniel Alves faz trabalho físico no PSG - reprodução/Instagram
Em recuperação, Daniel Alves faz trabalho físico no PSG Imagem: reprodução/Instagram

João Henrique Marques

Do UOL, em Paris

25/09/2018 12h05

A ausência de mais de quatro meses de Daniel Alves no Paris Saint-Germain está minimizada por conta do sucesso do Thomas Meunier no início da temporada. O lateral belga é apontado na França como um dos melhores jogadores do time atualmente e foi bastante elogiado por Thomas Tuchel.

“Ele (Meunier) está no top da forma física e demonstrou isso no último jogo – vitória por 3 a 1 contra o Rennes -. Ele faz treinamentos intensos por aqui e é importante demais para a gente muito pelo que faz no ataque, sem esquecermos do bom rendimento defensivo. Estou muito feliz com a mentalidade dele”, destacou Tuchel, em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira.

Thomas Meunier sendo elogiado no jornal L'Equipe - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução
Diante do Rennes, Meunier marcou o gol da virada e deu a assistência para o terceiro – feito por Chuopo Moting -. No conceituado jornal esportivo L’Equipe, o belga foi eleito o melhor em campo, com a nota 8, e ainda teve destaque em matéria intitulada “Meunier, tudo bem”, com a frase em português fazendo alusão justamente à concorrência com Daniel Alves (ver ao lado).

Em recuperação de lesão no joelho direito, o lateral brasileiro tem retorno previsto para o fim do ano. Sua ausência também foi destacada por Tuchel.

“O Dani (Alves) é o melhor lateral direito do mundo e faz muito falta por aqui. Aguardamos o retorno dele e estamos felizes com a evolução apresentada no tratamento”, disse o treinador, lembrado da eleição dos melhores jogadores do ano feita pela Fifa no dia anterior.

“Não fiquei surpreso com o resultado. Se ele não estivesse lesionado, teria jogado com o Brasil na Copa do Mundo. Assim como já estaria jogando por aqui também. É o tipo de jogador intenso que gostamos muito”, destacou.

Veja outros trechos da entrevista de Thomas Tuchel

Sobre o interesse em Lucas Paquetá

Eu conheço esse jogador e é bom para ele que esta na equipe nacional agora. É isso, né? Mas não posso falar de um jogador que não é nosso. Ele é do Flamengo agora, e isso é bom por ele. Mas sem comentário sobre isso.

Sobre Neymar na posição de meia

Ele gosta de estar por ali no meio-campo de número 10 e isso é bom, pois pode jogar por todos os lados do campo. Damos a chance para ele de circular por todos os lados e criar mais chances. Isso é o que penso para ele é bom para nos também

Sobre o esquema 4-3-3 utilizado contra o Rennes

É um bom esquema. Eu me fixei no que e mais fácil para os jogadores. Só que há possibilidades de mudanças de acordo com quem estiver em campo. Contra o Rennes fomos mais compactos quando atacamos e defendemos. Não estamos satisfeitos completamente com início dos jogos do PSG, mas é que os adversários estão frescos e se defendem melhor.

Resumo de 3 meses no PSG

Uma grande cidade e grande desafio para mim. Muitos bons jogadores e é bom começar ganhando tão cedo. Time tem grande mentalidade e os jogadores reagiram bem em jogos que sofremos gols no primeiro tempo primeiro. A pré-temporada foi difícil por já iniciarmos em uma Liga muita física. Mas agora todos estão prontos para o próximo passo fisicamente falando. 

Futebol