PUBLICIDADE
Topo

Futebol

"Se acabasse hoje, SP seria campeão. Apavorar por quê?", diz Diego Aguirre

Pedro Vale/AGIF
Imagem: Pedro Vale/AGIF

Do UOL, em São Paulo

25/09/2018 13h03

Como o São Paulo ainda é líder isolado da Série A do Campeonato Brasileiro, os dois empates seguidos não preocupam Diego Aguirre. Afinal, a equipe comandada pelo uruguaio seria campeã se o torneio terminasse neste momento, antes da 27ª rodada.

"Se acabasse hoje, seríamos campeões. Apavorar por quê? Não entendo", questionou o treinador em breve entrevista ao Globo Esporte. Ou seja, segundo Aguirre, os placares de 0 a 0 contra o Santos e 1 a 1 diante do América-MG não deveriam tirar o sono dos são-paulinos. Mesmo que o time esteja apenas um ponto à frente de Palmeiras e Internacional.

"A primeira conclusão que eu tiro, apesar de ter perdido pontos importantes, que não deveríamos perder, é de que essas coisas acontecem. Temos uma condição de privilégio. Tenho confiança de que o time vai responder mais uma vez, como tem feito ao longo deste ano", completou Aguirre.

"Temos que rapidamente voltar ao nosso nível. Faltam 12 rodadas, estamos acima e queremos dar luta. Queremos voltar a jogar melhor. Temos de aprender com o que aconteceu e ir para o próximo objetivo rapidamente. Já tivemos algumas conversas, nos fortalecemos entre nós para que possamos mostrar outra cara já no próximo jogo. Teremos 12 finais até o fim do Campeonato", afirmou.

O próximo compromisso do Tricolor será contra o Botafogo. A partida acontece no domingo (30), às 16 horas, no Nilton Santos. O técnico uruguaio antecipou que pode ter Everton à disposição para o jogo. "É provável. Se não estiver, com certeza estará na semana que vem", disse Aguirre.

Futebol