PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Quarto lugar, Mbappé não contou com ajuda de franceses para virar finalista

Do UOL, em São Paulo (SP)

24/09/2018 19h06

Kylian Mbappé encantou a todos durante a última temporada. Um dos destaques da França no título mundial, o jogador não contou com a ajuda dos compatriotas para virar finalista no prêmio Fifa The Best, que consagra as estrelas do futebol mundial. Quarto colocado no evento desta segunda-feira (24), o camisa 7 do Paris Saint-Germain acabou preterido pelos compatriotas para pleitear um lugar na final.

Leia mais:

Marta é eleita pela sexta vez a melhor jogadora do mundo
Marcelo e Dani Alves entram em time da temporada; Neymar fica fora
Gol de Salah em clássico na Inglaterra desbanca CR7 e leva Prêmio Puskas
Fifa relembra Chape, e Follmann entrega prêmio de melhor goleiro a Courtois

A França teve três nomes habilitados a votar no prêmio: o capitão Hugo Lloris, o técnico Didier Deschamps e o jornalista Jean Resseguie. Nenhum deles optou por Mbappé como o melhor do mundo; pelo contrário, o goleiro e o profissional de imprensa votaram em Raphael Varane como o destaque máximo da temporada.

Tanto Lloris quanto Deschamps colocaram a revelação da Copa do Mundo como o terceiro melhor nome. O técnico votou em Antoine Griezmann como o grande nome do ano no futebol. Resseguie, por outro lado, deixou o jovem fora da lista final de três atletas.

Mbappé perdeu o terceiro lugar – e respectivamente uma vaga entre os finalistas-  por apenas 0,71% de diferença para Mohamed Salah (Liverpool/Egito). Varane, o melhor do mundo para Lloris e Deschamps e eleito para o time ideal da FifPro, acabou em nono com 3,45%.

Griezmann, destaque do Atlético de Madri e decisivo para o título da França na Copa, terminou a eleição com 6,69% e sexto lugar na lista final. O camisa 7 francês no Mundial da Rússia acabou preterido da equipe de 2017/2018.

Confira a lista de vencedores na premiação The Best:

Melhor jogador (futebol masculino): Modric (Real Madrid/Croácia)
Melhor jogadora (futebol feminino): Marta (Orlando Pride/Brasil)
Premio Puskás (gol mais bonito): Mohamed Salah (Gol pelo Liverpool contra o Everton)
Melhor técnico (futebol masculino): Didier Deschamps (França)
Melhor técnico (futebol feminino): Reynald Pedros (Lyon)
Melhor goleiro: Thibaut Courtois (Real Madrid/Bélgica)
Melhor torcida: Peruanos na Copa do Mundo
Fair Play: Lennart Thy 
Seleção da temporada: David De Gea (Manchester United/Espanha); Dani Alves (PSG/Brasil), Sergio Ramos (Real Madrid/Espanha), Raphael Varane (Real Madrid/França) e Marcelo (Real Madrid/Brasil); Luka Modric (Real Madrid/Croácia), N'Golo Kanté (Chelsea/França) e Eden Hazard (Chelsea/Bélgica); Lionel Messi (Barcelona/Argentina), Kylian Mbappé (PSG/França) e Cristiano Ronaldo (Juventus/Portugal)

Futebol