PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Flu mostra bom encaixe em Quito, e Marcelo admite retomar 'esquema de Abel'

Técnico tricolor Marcelo Oliveira aprovou desenho com três zagueiros - Lucas Merçon/Fluminense
Técnico tricolor Marcelo Oliveira aprovou desenho com três zagueiros Imagem: Lucas Merçon/Fluminense

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

22/09/2018 04h00

O desempenho do Fluminense na vitória por 2 a 0 sobre o Deportivo Cuenca provocou impressão positiva no técnico Marcelo Oliveira, que deixou o Equador com alguns indícios de evolução do seu time.

No aspecto tático, o treinador viu o Fluminense fazer, sob o seu comando, sua melhor partida no esquema com três zagueiros. Com segurança atrás e participação decisiva de Ayrton Lucas e Léo como alas, o Flu foi bem e já faz o técnico admitir o retorno circunstancial desta formação.

Assim que chegou ao clube, Marcelo decretou o fim do desenho adotado por Abel Braga, mas já indica que gostou muito do que viu na capital equatoriana:

"Os zagueiros foram muito acionados pelo alto contra o Cuenca, mas poderei repetir. Gostei muito mais do esquema neste jogo do que das outras vezes que jogamos assim".

O desempenho coletivo foi muito influenciado também pelo ótimo entendimento entre Luciano e Everaldo. Autores dos gols da vitória, os dois abriram espaço na zaga rival e foram cirúrgicos quando surgiram oportunidades.

A atuação veio a calhar. Com Pedro fora de combate por até seis meses, os jogadores reagiram no momento em que a temperatura da cobrança sobre os homens de frente aumentava.

"O Pedro tem uma qualidade enorme, mas vamos superar essa ausência com meus companheiros. Espero dar sequência e ajudar a torcida, a diretoria e os companheiros", afirmou Luciano.

Os tricolores dão uma pausa na competição continental e voltam as suas atenções para o Campeonato Brasileiro. Na próxima segunda, a equipe visita a Chapecoense, às 20h, na Arena Condá. O jogo de volta ante os equatorianos será no dia 4 de outubro.

Futebol