PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Larghi concorda com crítica a Cazares, mas deve mantê-lo no Atlético-MG

Juan Cazares, meia-atacante do Atlético-MG, foi criticado pela imprensa e pelo próprio treinador - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Juan Cazares, meia-atacante do Atlético-MG, foi criticado pela imprensa e pelo próprio treinador Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

18/09/2018 04h00

Juan Cazares chegou ao sétimo jogo seguido como titular do Atlético-MG. O equatoriano, no entanto, deixou a desejar no empate em 0 a 0 com o Cruzeiro, no Mineirão.

Thiago Larghi iria substituir o camisa 10 pela primeira vez desde 23 de agosto passado, quando ele participou dos 90 minutos na igualdade sem gols contra o Vasco. No entanto, o pedido de Luan para deixar o gramado fez com que Cazares completasse um compromisso pela sexta vez consecutiva.

As estatísticas atestam a má atuação do jogador no clássico. Nos últimos seis jogos que fez como titular da equipe, Cazares errou 36 passes. A média é de seis por partida. O número foi muito maior no empate com o arquirrival. O estrangeiro errou 12 bolas no jogo ocorrido no último domingo, no Mineirão.

Ele deu um passe para finalização no jogo. Entretanto, está acostumado a participar mais neste aspecto. O meia-atacante deu em média 2,5 passes para finalização desde que voltou ao time comandado por Thiago Larghi.

Cazares só teve melhora em relação às finalizações. O jogador de 26 anos deu cinco chutes no jogo. Foram quatro certos e um equivocado. Antes, arriscou dez finalizações nas últimas seis partidas, sendo sete erradas e três corretas. A média era de 1,2 conclusão por compromisso.

A principal crítica ao meia-atacante no jogo contra o Cruzeiro, no entanto, não é relacionada à queda dos números, mas, sim, por uma suposta displicência durante o clássico. O termo, inclusive, foi utilizado na pergunta sobre o apoiador a Thiago Larghi.

Ao responder o fato, o técnico não discordou da colocação feita pelo jornalista. Pelo contrário, concordou que o atleta teve uma exibição abaixo do esperado. Ele ainda explicou porque não tirou de campo.

"Eu acho que ele vinha fazendo bons jogos. Realmente, hoje, principalmente no segundo tempo, ele foi abaixo do rendimento dele. Acho que ele próprio sabe disso. Eu só tinha mais uma substituição, entre ele e o Luan. E o Luan pediu para sair. Vale ressaltar isso, o Luan fez sinal para mim. Eu tinha que optar", declarou o treinador, na ocasião.

Apesar das críticas, Juan Cazares deve seguir como titular do Atlético-MG no próximo domingo (23), quando o time enfrentará o Flamengo pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro no Maracanã.

Futebol