PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Bandeira perde mais um aliado: presidente do Conselho Fiscal apoia Landim

Mario Esteves (d), presidente do Conselho Fiscal do Flamengo, apoia Landim - Divulgação/Blog Ser Flamengo
Mario Esteves (d), presidente do Conselho Fiscal do Flamengo, apoia Landim Imagem: Divulgação/Blog Ser Flamengo

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

15/09/2018 16h14

O mandatário Eduardo Bandeira de Mello e o SóFla (Sócios Pelo Flamengo) perderam mais um importante apoio na corrida eleitoral do Rubro-negro. Presidente do Conselho Fiscal e uma das pessoas mais próximas do cartola - também um dos fundadores do grupo -, Mário Esteves decidiu apoiar o candidato da oposição Rodolfo Landim no pleito de dezembro, que definirá o comandante do clube no triênio 2019-2020-2021.

O UOL Esporte já havia informado em 11 de agosto que outros nomes importantes da gestão deixariam as pastas ou manifestariam apoio a Landim, caso emblemático de Mário Esteves. Em contato com a reportagem, o presidente do Conselho Fiscal preferiu a discrição sobre o caso e afirmou que estará neutro. A informação de bastidores, no entanto, dá conta de que a decisão já foi comunicada ao amigo Bandeira.

As baixas se acumulam recentemente. Depois das saídas de alguns vice-presidentes e de diretores remunerados, Bandeira de Mello exonerou o vice de Patrimônio Histórico Roberto Diniz em razão da manifestação pública do seu grupo, o FAT (Flamengo Acima de Tudo), a favor de Landim. Daniel Rosenblatt foi o escolhido para substituí-lo.

Nos bastidores da Gávea, Landim tem o apoio de sete dos 12 grupos políticos que compõem o cenário eleitoral: FAT (Flamengo Acima de Tudo), Sinergia, Ideologia, FLAFUT, FLA +, Fla Raiz e Garden.

Pelo estatuto do Flamengo, a eleição é obrigatoriamente realizada nos primeiros dez dias de dezembro. O pleito costuma ocorrer em uma segunda-feira, mas já se cogitou realizá-lo no fim de semana. Se a tradição for mantida, o próximo mandatário rubro-negro será conhecido em 3 ou 10 do último mês de 2018.

Futebol