PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Guardiola rebate críticas de Mourinho: "Tem razão, classe não se compra"

Russell Cheyne/Reuters
Imagem: Russell Cheyne/Reuters

Do UOL, em São Paulo

20/08/2018 10h48

O técnico Pep Guardiola respondeu com ironia às críticas feitas pelo rival Jose Mourinho a respeito do lançamento do documentário "All or Nothing", que retrata o título inglês do Manchester City na última temporada.

Irritado por aparecer em alguns momentos da produção como vilão, o técnico do Manchester United disse que “classe não se compra”. Em resposta, Guardiola disse que a intenção do clube foi exaltar a campanha do próprio time e não menosprezar ninguém.

“'Isso é verdade, você não pode comprar classe. Eu concordo com o José. Nós não podemos comprar classe. Eu acho que nós vivemos uma temporada incrível em frente às câmeras. Nós fizemos o filme para nós mesmos e não concordo com José em termos de desrespeito. Esta não foi a nossa intenção, que foi filmar na última temporada”, disse.

“É um clube tentando crescer, tentando ganhar títulos. Nós fizemos isso para nós mesmos e nossos fãs para ver o que acontece dentro do vestiário. É a opinião de José. Outros caras dirão ‘nós gostamos’ e outros caras dirão não”, completou.

A irritação de Mourinho tem como pano de fundo alguns trechos do documentário - como o segundo episódio, que aborda a vitória do City em clássico disputado no Old Trafford em dezembro do ano passado. A narração diz: "É Guardiola contra Mourinho mais uma vez: posse versus defesa; futebol de ataque contra 'estacionem o ônibus'".

Na sequência, imagens mostram torcedores do City entoando ironicamente o grito "estacione o ônibus", intercalados com clipes de Mourinho em coletiva de imprensa após o jogo, respondendo com desdém a perguntas sobre estatísticas de posse de bola.

Vale lembrar que Mourinho e Guardiola alimentam uma rivalidade de mais de oito anos, desde que dirigiam Real Madrid e Barcelona, respectivamente.

Futebol