PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Moledo vence desconfiança externa e se consolida como convicção do Inter

Rodrigo Moledo salta para comemorar gol do Inter contra Chapecoense - Ricardo Duarte/Inter
Rodrigo Moledo salta para comemorar gol do Inter contra Chapecoense Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

25/05/2018 04h00

Rodrigo Moledo se consolidou no Inter. Depois de oscilar nos primeiros jogos, o zagueiro assumiu titularidade nos Gre-Nais do Gauchão e desde então só cresceu. Pilar defensivo da melhor zaga do Brasileirão até agora, ele está justificando tamanho empenho do Colorado em sua contratação.

e não foi nada fácil. O Inter já tentou trazer Moledo em 2017 para disputa da Série B e até ensaiou um acordo com o Panathinaikos, clube que detinha seus direitos, mas no último momento os gregos preferiram o manter por lá. O jogador ficou descontente com a conduta e decidiu sair assim que acabasse o contrato, no ano seguinte. O Inter não teve outra alternativa que não aguardar.

Depois de perceber que novamente os europeus ensaiavam mudança de opinião, Moledo procurou a diretoria para buscar a melhor saída. Queria jogar no Inter e até foi afastado do time por algumas rodadas devido a este desejo. O Colorado negociou um pré-contrato que o faria chegar no meio deste ano, mas antes disso conseguiu a liberação e efetivou vínculo ainda no início de fevereiro.

Logo de cara ele apresentou-se fora de ritmo e demorou para engrenar, algo que ocorreu só em meados de abril. A torcida já mostrava-se em dúvida sobre o investimento, mas de lá para cá foram só boas atuações e elogios.

"Nós (direção) nunca tivemos dúvida. A negociação foi arrastada por conta da dificuldade orçamentária que temos. Esticamos a corda até onde deu para fazer um excepcional negócio. Uma convicção, e praticamente de graça. Dificilmente se olha no mercado e se acha zagueiros de grande qualidade disponíveis. Está acontecendo o que imaginávamos", disse o vice de futebol Roberto Melo.

O rendimento já ecoou até na Grécia novamente. Por lá, o Olympiakos demonstrou interesse no jogador, mas uma cláusula contratual e a convicção da direção vermelha negam qualquer possibilidade de saída.

Com 30 anos, Moledo soma 13 partidas e marcou seu primeiro gol na temporada diante da Chapecoense na última segunda-feira. Segundo estatísticas do Footstats, ele é um dos líderes em desarmes do Colorado. Seu contrato vai até 2021. 

Futebol