PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Henrique joga todas desde a estreia e ajuda a manter solidez do Corinthians

Zagueiro é querido no elenco e já foi até capitão no Campeonato Brasileiro - Marcello Zambrana/AGIF
Zagueiro é querido no elenco e já foi até capitão no Campeonato Brasileiro Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Bruno Grossi e Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo (SP)

22/05/2018 04h00

O Corinthians dos últimos anos se notabiliza por conseguir dar longas sequências de trabalho a treinadores e jogadores. Um dos reflexos dessa segurança alvinegra hoje passa pelo zagueiro Henrique. Contratado no fim de janeiro pelo Timão, o beque estreou em 14 de fevereiro e nunca mais deixou o time titular. São 25 partidas sem descanso.

É a maior série do elenco no momento e passa por outro padrão praticado pelos corintianos na história recente. Assim como Tite e Mano Menezes, o técnico Fábio Carille crê que o entrosamento da linha defensiva é primordial para o funcionamento da equipe. Por isso, mudanças nessa faixa do campo são feitas somente por necessidade.

Até por isso Henrique nunca foi poupado, mesmo com o calendário apertado desta temporada. O Corinthians jogou 33 vezes no ano, sendo oito antes de o zagueiro estrear. Serão mais sete apresentações antes da paralisação das competições para a disputa da Copa do Mundo, tudo em menos de um mês - seis pelo Campeonato Brasileiro e um pela Copa Libertadores da América.

No clube, a rápida adaptação de Henrique é comemorada. O jogador já havia morado em São Paulo nas duas passagens que teve pelo rival Palmeiras e não teve problemas para se estabelecer novamente. Também foi bem recebido no elenco, querido pelos jogadores. Para a comissão técnica, entram ainda elogios ao vigor físico, aos cuidados para se manter em forma e à regularidade em campo.

O baixo número de cartões - cinco até o momento - ajuda a evitar jogos perdidos. No Brasileirão, por exemplo, o defensor ainda não recebeu nenhum. Já a última lesão sofrida por Henrique foi em setembro de 2017, quando ainda defendia o Fluminense. No time carioca, aliás, ele sempre esteve entre os atletas que mais atuaram. Foram 117 partidas em duas temporadas.

Futebol