PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Aguirre conversa com Diego Souza e minimiza rusga entre goleiros do SP

Aguirre em conversa com o auxiliar André Jardine - Rubens Chiri / saopaulofc.net
Aguirre em conversa com o auxiliar André Jardine Imagem: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Do UOL, em São Paulo

22/03/2018 14h53

Aos poucos, Diego Aguirre tenta dar a sua cara para o São Paulo. Para tentar melhorar o rendimento de Diego Souza, o treinador teve uma conversa com o atacante, considerado a principal contratação do clube nesta temporada. Ainda sem conseguir encontrar a sua posição no time, o jogador disputou 15 partidas e marcou três gols nesta temporada.

"Eu falei com ele [Diego Souza]. Gosto de perguntar aos jogadores onde se sentem melhor. A informação é fundamental para que se sinta à vontade onde tem que jogar, mas às vezes a necessidade te faz jogar mais à frente. Às vezes não é possível pelas características do time, às vezes ganha umas coisas mas perde outras. Então, temos de ver o que é melhor para o time. Vai depender dele na hora de jogar e demonstrar", disse Aguirre, em entrevista ao Sportv.

O treinador minimizou o mal-estar entre os goleiros do São Paulo nos últimos dias. Por meio de mensagens cifradas em redes sociais, Sidão e Jean trocaram farpas. Nesta quinta-feira, o clube promoveu uma conversa entre os dois para aparar as arestas.

"Não tem nenhuma importância. São coisas mínimas. Às vezes se fala muito mais do que é. Não estamos focados nesse assunto, temos outras coisas muito mais importantes. Em todos os times têm algumas diferenças, são normais", disse Aguirre, que deve contar com reforços na sequência da temporada.

"Pegamos muitas informações quando vim para o São Paulo e o clube está com pressão para ganhar, o que é normal. Sobre jogadores do elenco, não posso dar opinião definitiva, porque não conheço todos. O jogador tem que mostrar que tem de ficar. Talvez possamos incorporar alguns jogadores, mas ainda é cedo para tirar conclusões", afirmou o uruguaio.

Futebol