PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cruzeiro releva deslizes extracampo e conta com Sassá para 2018

Sassá, atacante do Cruzeiro - © Washington Alves/Light Press/Cruzeiro - © Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Sassá faz parte dos planos do Cruzeiro em 2018
Imagem: © Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

31/10/2017 04h00

A coleção de problemas extracampo de Sassá não terá efeito em seu futuro profissional. Essa, pelo menos, é a postura adotada pela futura diretoria do Cruzeiro e a comissão técnica de Mano Menezes.

Desde que chegou à Toca da Raposa II, em junho de 2017, o atacante se envolveu em alguns imbróglios fora dos gramados. Apesar das repercussões negativas, inclusive nos bastidores, a nova cúpula ainda conta com o centroavante de 23 anos. A decisão é avalizada pelo treinador.

O que pesou na manutenção da confiança no atleta foi o desempenho. Ele fez sete gols em 17 partidas disputadas pela equipe. Embora tenha um voto de confiança da diretoria e de Mano Menezes, Sassá não pode vacilar novamente. O recado já foi dado ao jogador e o próprio técnico deixou o fato subentendido em entrevista recente ao programa Esporte Espetacular, da TV Globo:

"Eu sempre digo aos jogadores que é preciso achar um equilíbrio nisso, como em tudo na vida. Aqueles que se expõem mais, seja nos momentos bons ou nos ruins, vão ter sua vida mais aberta, mais exposta. Eu acredito que esse é um risco que tem que ser bem calculado. Se a gente der muita importância para isso, as pessoas vão acabar nos dirigindo, conduzindo a nossa vida. Não pode ser assim! Nós temos que conduzir nossa vida pessoal, independentemente de sermos atleta ou treinador. Acho que tem que ter um cuidado, porque há um exagero e todo exagero é sempre muito prejudicial", disse o técnico ao Esporte Espetacular.

Os principais problemas do atleta na Toca da Raposa II foram uma discussão com um professor na casa noturna Wood's, em Nova Lima, região metropolitana de BH, e o vazamento de imagens em uma reunião com cerveja. Ambos geraram apenas advertências por parte dos dirigentes cruzeirenses.

Recuperando-se de uma lesão na cartilagem do joelho direito, o atacante não entra em campo desde 10 de setembro passado. O atleta será submetido a uma cirurgia para corrigir o problema clínico.

Embora tenha permanência garantida em 2018, Sassá certamente terá concorrência. O Cruzeiro busca um centroavante para a próxima temporada. Marcelo Moreno é o predileto da cúpula, mas os valores são um obstáculo. 

Futebol