PUBLICIDADE
Topo

Futebol

"Se eu tiver a opção, voltarei ao Atlético Nacional", diz Borja

Ale Cabral/AGIF
Imagem: Ale Cabral/AGIF

Do UOL, em São Paulo

27/10/2017 17h45

O colombiano Miguel Borja reconhece que não vive bom momento jogando pelo Palmeiras. Em entrevista à rádio Caracol, da Colômbia, o jogador afirmou ainda que se tiver a oportunidade, poderá voltar ao Atlético Nacional. 

“Se eu tiver a opção, voltarei ao Atlético Nacional”, disse Borja, que lamentou a atual fase no Palmeiras. "O presidente do Atlético Nacional me chamou, estamos conversando. Não depende de mim. Se houver a possibilidade de ir, se eu tiver essa bênção de retornar ao Nacional, o farei. Alguns portais de internet noticiaram que eu disse "não" ao Nacional, mas é totalmente falso. Nas vezes que falei com o presidente e com o Marulanda (diretor), sempre estive disposto a regressar. Mas não depende de mim. Depende do Palmeiras, do presidente, de todos aqui. E aqui me querem muito, é difícil", explicou. 

"Eu comecei fazendo gol, mas logo as coisas não saíram como queria", comentou o jogador. "A adaptação tem me custado, porque o ritmo daqui é totalmente diferente do ritmo da Colômbia. A comissão técnica tinha uma ideia de jogo totalmente diferente da que eu tinha na Colômbia. As últimas três partidas foram muito boas, a comissão técnica está trabalhando muito bem", elogiou. 

Borja ainda admitiu uma procura do Junior Barranquilla para contar com ele. “O interesse existe. Eles conversaram com o meu empresário, sou torcedor do clube”, afirmou.

O jogador também disse que sua situação no Palmeiras acaba atrapalhando as chances na seleção colombiana.

“Está difícil ganhar um lugar no ataque da seleção, mas a comissão técnica está monitorando minha situação no Brasil”, explicou. "Se não estiver jogando, o ideal é buscar onde se abram as portas, onde eu possa ter mais minutos. Pensei nisso há uns meses, quando não vinha jogando. Um jogador sempre quer estar somando minutos. A Copa do Mundo é um sonho, eu quero estar em cada convocação. Na última convocação eu não estive, justamente porque estava sem ritmo de jogo, sem minutos".

Borja chegou ao Palmeiras em fevereiro de 2017 após sua boa temporada no Atlético Nacional, quando foi campeão da Libertadores. No Palmeiras, marcou quatro gols. 

Futebol