PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fifa distribuirá R$ 1,3 bilhão em prêmios às seleções na Copa de 2018

MAXIM SHEMETOV / Reuters
Imagem: MAXIM SHEMETOV / Reuters

Do UOL, em São Paulo

27/10/2017 08h42

A Fifa anunciou nesta sexta-feira, depois de uma reunião do conselho realizada na Índia, que aumentará em 12% a premiação da Copa do Mundo de 2018 e distribuirá US$ 400 milhões em prêmios (cerca de R$ 1,3 bilhão) às seleções.

Na Copa do Mundo do Brasil, o valor distribuído foi de US$ 358 milhões. sendo US$ 35 milhões para o campeão (Alemanha), US$ 25 milhões para o vice (Argentina), US$ 22 milhões para o terceiro (Holanda) e US$ 20 milhões para o quarto (Brasil).

Na edição de 2018, as seleções eliminadas na fase de grupos devem receberam US$ 8 milhões. As equipes derrotadas nas oitavas de final levarão US$ 9 milhões.

A entidade também anunciou a criação de uma fundação no primeiro trimestre de 2018, com o objetivo de desenvolver as atividades na área social, e a criação de uma força-tarefa para comandar o processo de candidatura das sedes para a Copa de 2026.

A reunião também definiu que serão analisadas nos próximos meses uma possível reformulação em torneios de clubes e seleções do futebol feminino, incluindo a Copa do Mundo. O assunto será discutido na próxima reunião do conselho, em março de 2018, em Bogotá.

Em relação ao Mundial de Clubes, embora tenha discutido o novo formato, a Fifa definiu para 2018 a realização do torneio em Abu Dhabi, entre os dias 12 e 22 de dezembro. Já a Copa do Mundo feminina de 2019 será disputada entre 7 de junho a 7 de julho, na França.

Por fim, a Fifa formalizou o reconhecimento dos títulos mundiais relativos aos torneios intercontinentais entre 1960 e 2004, conforme já tinha sido anunciado pela Conmebol minutos antes.

 

Futebol