PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Brant tem entrave com Horta e engata união com Campello em eleição do Vasco

Brant, Campello e Horta ainda tentam unir as oposições do Vasco - Divulgação
Brant, Campello e Horta ainda tentam unir as oposições do Vasco Imagem: Divulgação

Bruno Braz e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

27/10/2017 16h23

A expectativa no início da semana era por uma união entre Julio Brant e Fernando Horta na eleição do Vasco, porém, um impasse entre os candidatos estagnou as conversas e Brant acabou por encaminhar uma junção com Alexandre Campello, outro opositor que tenta a presidência cruzmaltina.

Na última segunda-feira, os cardeais das chapas de Brant e Horta se encontraram e colocaram à mesa as condições para a aliança. Divisão de cargos, número de cadeiras no conselho entre outras questões foram debatidas, mas o diálogo teve um entrave no critério para se estabelecer o cabeça do grupo.

Julio segue com a intenção de se realizar uma pesquisa entre os sócios para se apontar quem é o nome mais forte entre a oposição. O candidato da chapa “Sempre Vasco” se propôs a arcar com os custos do levantamento junto ao instituto Ibope. Porém, a “Mudança com Segurança”, de Horta, não viu com bons olhos a sugestão e não abre mão de Fernando como a pessoa a disputar nas urnas com Eurico Miranda.

Paralelamente, a "Frente Vasco Livre", de Alexandre Campello, procurou Horta e sua trupe e também encontrou obstáculos. O integrante da chapa Roberto Monteiro, terceiro colocado no último pleito e um dos braços direitos de Campello, foi quem apresentou a proposta da união com a condição de se dividir meio a meio todos os cargos e as cadeiras do conselho a que se tem direito o vencedor da eleição. Horta também não concordou por acreditar que possui muito mais votos que o médico e que a divisão não seria justa.

Com o impasse formado, Brant e Campello voltaram a se aproximar e passaram a se entender mais quanto as fatias da gestão. A princípio, Julio seria o presidente e Alexandre, o vice. De fora, membros do grupo de Horta entendem que a junção dos dois candidatos nestas condições poderá prejudicar Brant mais a frente, uma vez que, na análise deles, a Frente Vasco Livre tem um maior número de componentes que a Sempre Vasco.

Apesar dos novos capítulos da política cruzmaltina, ainda não está descartada a união dos três. Uma reunião no início da semana que vem poderá selar ou não esta aliança.

A eleição do Vasco acontecerá no dia 7 de novembro.  

Futebol