PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Justiça pune 18 integrantes de organizada do Fla por tumulto no Maracanã

A Jovem do Flamengo foi banida dos estádios por três anos após episódios de violência - Ana Carolina Fernandes/Folhapress
A Jovem do Flamengo foi banida dos estádios por três anos após episódios de violência Imagem: Ana Carolina Fernandes/Folhapress

Do UOL, no Rio de Janeiro

26/10/2017 15h02

Os 18 integrantes da Torcida Jovem do Flamengo, que promoveram tumulto e enfrentaram policiais militares antes do clássico contra o Fluminense, foram punidos pela Justiça do Rio de Janeiro. Eles terminaram identificados pelas autoridades e responderão pelos crimes de promoção de tumulto e prática violenta, previstos no artigo 39-A do Estatuto do Torcedor.

Os integrantes foram informados que a Torcida Jovem está banida dos estádios pelo Ministério Público e terão de comparecer à Cidade da Polícia, no bairro do Jacarezinho, zona norte do Rio de Janeiro, em todos os jogos do Flamengo.

A pena será cumprida pelo mesmo período de afastamento da organizada em questão. Os torcedores precisarão se apresentar uma hora antes das partidas e só deixarão o local uma hora após o encerramento dos jogos do Rubro-negro.

Os membros da Jovem Fla desrespeitaram a ordem de distância de um raio de cinco mil metros do local das partidas. Não é a primeira vez que isso acontece nos jogos do Rubro-negro e se tornou fato rotineiro. Uma série de tumultos tem sido registrada nas partidas do Flamengo no Maracanã. Sem vestimentas da torcida, alguns integrantes se reúnem para brigar e tentar invadir o estádio. A final da Copa do Brasil foi o episódio mais marcante.

Por decisão judicial, a Torcida Jovem do Flamengo está afastada dos eventos esportivos desde abril. O processo foi aberto depois de um confronto entre membros da organizada flamenguista e torcedores do Botafogo, em fevereiro deste ano, que culminou na morte de um alvinegro, assassinado com golpes de espeto de churrasco.

Futebol