PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Boca deixará de ter cheerleaders no campo em apoio a campanha feminista

Cheerleaders do Boca Juniors se apresentam em La Bombonera -  Marcos Brindicci/Reuters
Cheerleaders do Boca Juniors se apresentam em La Bombonera Imagem: Marcos Brindicci/Reuters

Do UOL, em São Paulo

26/10/2017 21h49

De acordo com o jornal argentino Olé, o Boca Juniors deixará de ter cheerleaders no campo em suas partidas em La Bombonera. O motivo é a adesão do clube à campanha "Ni Una Menos" ("Nem uma a menos"), idealizada por um coletivo de mulheres na Argentina contra o machismo e a violência de gênero.

As cheerleaders, que são chamadas de "Boquitas", costumavam se apresentar antes e nos intervalos das partidas do Boca. Elas terão seu contrato com o futebol rescindido, de acordo com a publicação, mas seguirão dançando nos jogos de futsal e basquete do clube.

Uma das dançarinas, não identificada, afirmou ao Olé que o grupo está "muito triste" com o fim das apresentações em La Bombonera. O primeiro jogo do Boca sem as "Boquitas" acontece neste domingo (29), contra o Belgrano.

Futebol