PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Tréllez é sondado por times brasileiros e argentinos, mas negocia renovação

Com 7 gols em 16 jogos, Tréllez é o artilheiro gringo do Brasileirão - Mauro Horita/Estadão Conteúdo
Com 7 gols em 16 jogos, Tréllez é o artilheiro gringo do Brasileirão Imagem: Mauro Horita/Estadão Conteúdo

Roberto Oliveira

Colaboração para o UOL, em Recife

25/10/2017 10h27

Artilheiro gringo do Brasileirão e com boa média de gols no Vitória, Santiago Tréllez já chama a atenção do mercado de transferências. Segundo seu empresário, Silvio Sandri, clubes brasileiros e argentinos sondaram a situação do jogador. 

Apesar de admitir o interesse dos demais clubes, o representante de Tréllez assumiu tom respeitoso em relação ao Vitória, com quem negocia uma renovação de contrato. Em contato com o diretor de futebol do Vitória, Cléber Giglio, o UOL Esporte confirmou as tratativas. 

"Há clubes grandes do Brasil e da Argentina interessados, que já fizeram contato para se informar das condições e estão avaliando a possibilidade de contar com Santiago para o próximo ano", afirmou Sandri à reportagem. 

"Mas não é a hora de avaliar estas possibilidades devido ao momento do Vitória", continuou o empresário, sobre a volta da equipe ao Z-4. "Se alguma dessas possibilidades que se apresentam seguir avançando, só quando terminar o Brasileirão avaliaremos junto ao Vitória, com quem estamos negociando uma renovação contratual."

O agente de Tréllez preferiu não denominar os clubes interessados. "Por uma questão de respeito, e não tirar o foco nesse momento do Santiago, que está jogando muito no Vitória, não é prudente revelar os nomes dos clubes e os contatos. Até que haja uma proposta formal, no seu tempo devido, não podemos oficializar nem dar os nomes", finalizou. 

Perguntado pela reportagem sobre conversas de renovação com Tréllez, o diretor de futebol do Vitória confirmou. "Sim [procede]. Ele tem contrato até dezembro de 2018 e já estamos negociando a extensão", informou Cléber Giglio. 

Santiago Tréllez tem 27 anos e chegou no Vitória em julho. Em poucos jogos, porém, já deu resultados. Em 16 partidas pelo Brasileirão, ele marcou sete gols, se transformando no artilheiro gringo da competição - tem mais bolas nas redes, com menos jogos, que o peruano Paolo Guerrero e o argentino Lucas Pratto, por exemplo. 

No último fim de semana, o atacante do Vitória se envolveu em polêmica e foi acusado de ato racista por Renê Júnior, volante do Bahia que disse ter sido xingado de "macaco" no Ba-Vi.

O colombiano se desculpou em vídeo, com post no Instagram e pelo site do Vitória, mas disse ter sido mal interpretado, negou que tenha proferido xingamentos racistas e destacou suas raízes negras, afirmando ter orgulho de ser negro. 

Futebol