PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Santos fecha acordo para pagar dívida com lateral que nunca foi titular

Maranhão defendeu o Santos entre 2010 e 2012, mas foi emprestado neste período - Rubens Cavallari/Folhapress
Maranhão defendeu o Santos entre 2010 e 2012, mas foi emprestado neste período Imagem: Rubens Cavallari/Folhapress

Do UOL, em Santos (SP)

25/10/2017 12h12

O Santos fechou um acordo com o lateral direito Maranhão, que atuou no time na época da geração Neymar e Ganso, em 2010. No entanto, o atleta nunca se firmou como titular da equipe. Neste período, a equipe santista teve Pará, Danilo e depois Jonathan como donos da posição.

A batalha na Justiça já durava três anos. Maranhão cobrava diversos direitos não pagos pela gestão do ex-presidente do clube, Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro, o Laor. A atual diretoria, inclusive, alega que já pagou mais de R$ 50 milhões pagos em acordos de dívidas relacionada a gestão anterior.

No caso de Maranhão, o Santos pagará quase R$ 700 mil ao atleta. O clube paulista parcelará a dívida em 24 parcelas. A audiência conciliatória ocorreu na última sexta-feira, no Juízo de Conciliação na cidade de Santos-SP.

Maranhão cobrava diretos de imagem atrasados, direitos de arena, férias, 13° salário e Fundo de Garantia.

Maranhão defendeu o Santos entre 2010 e 2012. Ele chegou ao alvinegro praiano após se destacar no Guarani. No entanto, o lateral-direito não repetiu as boas atuações com a camisa santista. Antes de deixar o clube em definitivo, ele foi emprestado para o Coritiba durante toda a temporada 2011.

Pelo Santos, Maranhão disputou 46 jogos e marcou quatros gols. Bastante ofensivo, o lateral era considerado um risco para o sistema defensivo, pois deixava a desejar na marcação.

Futebol