PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cristiano Ronaldo chama Neymar de "especial", mas vê outros jovens na briga

BEN STANSALL/AFP
Imagem: BEN STANSALL/AFP

Caio Carrieri

Colaboração para o UOL, em Londres (ING)

23/10/2017 19h50

Ainda não foi desta vez, mas Neymar já está bem inserido na briga pelo posto de melhor jogador do mundo. Pelo menos, foi o que disse o grande vencedor da noite desta segunda-feira (23): Cristiano Ronaldo.

“Ele [Neymar] estava nomeado hoje, podia ganhar. Eu o vejo como especial. Muitos jogadores jovens têm oportunidade de ganhar e têm talento para isso, mas, neste momento, coube a mim. Eu estou feliz com este momento bonito na minha vida”, disse o craque à imprensa após a cerimônia em Londres, na Inglaterra.

O brasileiro teve apenas 6,97% dos votos e ficou na terceira colocação do prêmio de melhor do mundo da Fifa, atrás de Messi e do próprio Cristiano Ronaldo. Neymar só foi destaque entre países de pouca expressão no mundo do futebol.

Nem mesmo Messi votou no camisa 10 do PSG: preferiu Suárez. Questionado pelos jornalistas sobre o possível fim da "era Cristiano Ronaldo e Messi”, o português foi categórico. “Terminou? Pô, só está começando”, respondeu.

Futebol