PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Santos agenda reunião com Levir e técnico corre risco de demissão

Levir Culpi tem contrato com o Santos até o fim de dezembro deste ano - Ivan Storti/Santos
Levir Culpi tem contrato com o Santos até o fim de dezembro deste ano Imagem: Ivan Storti/Santos

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

20/10/2017 12h14

Após o terceiro empate consecutivo – Ponte Preta, Vitória e Sport – o técnico Levir Culpi começou a “balançar” no cargo de treinador do Santos. O presidente Modesto Roma agendou uma reunião com o comandante para a tarde desta sexta-feira e não descarta a demissão de Levir.

A decisão sobre a permanência ou não de Levir foi decidida em reunião do Conselho Gestor do clube na manhã desta sexta. A maioria concorda com a demissão do técnico e que o auxiliar fixo da comissão técnica, Elano, seja efetivado no cargo pelo menos até o fim desta temporada.

Questionado sobre o assunto em entrevista coletiva, Modesto utilizou jargões para se esquivar da pergunta, mas não negou que Levir corre risco de ser demitido.

“Exercício de futurologia não é uma boa. Possibilidade? Pode tropeçar na escada do avião e cair. Ele está sujeito a todas as coisas, eu e você também. Todos nós estamos sujeito a tudo. Quando nos reunimos para trocar sabedoria e ignorância, talvez a gente analise isso e resolva isso. Ele tem contrato até o fim do ano. O que é melhor para o Santos?”, afirmou Modesto Roma.

Sem perguntar sobre Elano, o presidente santista fez questão de dizer que o ex-meia do Santos se qualifica na CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para ser treinador de futebol.

“Existem mil variáveis (técnicos para 2018). Pode ser Levir? Pode. Pode ser Elano? É mais difícil, mas está num trabalho de qualificação para obter certificados da CBF, mas um dia isso vai acontecer. Elano trabalha para se qualificar. Quando tiver essa qualificação, como é muito identificado e competente... só que hoje é como nossa classe: era exigido o diploma de jornalista. Mesmo formado sempre fui contra. Acho isso por todas as profissões. Acho que todos têm uma formação de vida. Não é um curso de dois, três meses ou um ano vai permitir, mas sim a competência”, revelou Modesto.

“Sentamos sempre para avaliar. Hoje vamos avaliar também. Quando estávamos conversando sobre isso (técnico), comentei com alguém do nosso grupo (Comitê Gestor) que devemos ter as decisões sempre com sabedoria. Convite para o encontro de hoje foi para transmitirmos as nossas sabedorias. Hoje vamos ter um encontro para discutir nossas sabedorias quando pessoal chegar do Recife. Vamos conversar como sempre conversamos”, confirmou a reunião, o presidente santista.

O UOL Esporte revelou nos últimos dias que a diretoria santista está insatisfeita com o trabalho de Levir Culpi e que já estuda diversos nomes para a próxima temporada.

Futebol