PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Wtorre negocia datas com Palmeiras e diz que nada muda no Allianz para 2018

WTorre garante que "nada mudará" em relação aos jogos do Palmeiras em 2018 - Danilo Lavieri/UOL
WTorre garante que "nada mudará" em relação aos jogos do Palmeiras em 2018 Imagem: Danilo Lavieri/UOL

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

19/10/2017 18h22

A WTorre, administradora do Allianz Parque, enviou ao Palmeiras um documento que informa as datas de possíveis eventos para 2018, a serem negociadas entre as duas partes a partir da divulgação do calendário detalhado de jogos para a próxima temporada. Conforme publicou o ESPN.com.br, o bloqueio prévio separou algo próximo dos 300 dias. A construtora, em contato com a reportagem do UOL Esporte, procurou explicar como funciona esta negociação.

Todo fim de ano, a WTorre emite um documento de caráter jurídico que prevê a utilização do Allianz Parque para a temporada seguinte. A cada três meses, conforme as negociações para grandes shows - geralmente os eventos que tiram o Palmeiras da arena -, o bloqueio é atualizado. Apesar do número alto, a construtora diz que nada irá mudar em relação aos jogos do time no ano que vem.

"Em 2018, estão previstos shows em quantidade iguais ou parecido ao de 2017. E, da mesma forma que em 2017 houve um acordo entre as partes, isso vai continuar acontecendo pelos próximos 27 anos de parceria. O Palmeiras é prioridade da arena sempre", declarou Eduardo Rigotto, gerente geral do Allianz Parque, ao UOL Esporte.

Em comparação ao ano passado, por exemplo, há pouca variação no primeiro bloqueio imposto ao Palmeiras no Allianz Parque. A reportagem apurou que, para 2017, a WTorre separou 250 datas para eventos, número pouco menor ao planejamento para 2018.

O documento de bloqueio de dias enviado recentemente ao Palmeiras faz parte do contrato firmado entre as duas partes ainda em 2010. A WTorre é obrigada a comunicar o clube sobre possíveis datas - inclusive, de apresentações musicais ainda não fechadas pela construtora.

Conforme o Palmeiras conheça as datas dos seus jogos, as duas partes sentam para reagendar a utilização do estádio. No ano passado, por exemplo, o clube alviverde atuou em 35 vezes como mandante. Neste ano, com o jogo desta quinta contra a Ponte, no Pacaembu, o time chegou a 30 duelos.

Com este número entre 35 e 40 partidas como mandante por temporada, a WTorre possui o estádio liberado para eventos nos outros dias do ano; o Palmeiras, como citado acima, é obrigado por contrato a ser informado de qualquer movimentação.

A relação entre WTorre e Palmeiras melhorou sob a gestão de Mauricio Galiotte. A construtora rejeitou uma apresentação em novembro em virtude de uma possível final da Copa Libertadores. Caso o clube chegasse nas quartas de final do torneio continental, entretanto, teria que jogar fora da arena.

Neste ano, o clube atuou fora do Allianz Parque, em virtude de apresentações musicais, por quatro vezes: vitórias sobre o Novorizontino (3 a 0), pelas quartas de final do Campeonato Paulista, Grêmio (1 a 0) e Coritiba (1 a 0), pelo Brasileirão, e empate por 2 a 2 com o Bahia; ambos no Pacaembu. O quinto compromisso no estádio municipal vai ocorrer nesta quinta, contra a Ponte, já que o Allianz recebeu o show de John Mayer na quarta.

Procurado pela reportagem, o Palmeiras evitou comentar sobre o assunto.

Futebol