PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Guerra tem luxação no ombro diagnosticada e para por até um mês

Alejandro Guerra ficará um mês afastado por lesão - Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Alejandro Guerra ficará um mês afastado por lesão Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

18/10/2017 14h58

O meia Alejandro Guerra, que deixou mais cedo o treino da última terça-feira com dores no ombro, teve diagnosticada uma luxação acromioclavicular do lado direito. O problema físico vai tirar o venezuelano de atividade por um período de até quatro semanas.

A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do clube, que divulgou a informação na tarde desta quarta-feira. O jogador se machucou após choque com o zagueiro Yerry Mina, durante atividade em campo reduzido ocorrida na Academia de Futebol.

De acordo com a primeira previsão de retorno divulgada pelo Palmeiras, Guerra retornaria apenas na antepenúltima rodada do Campeonato Brasileiro. O venezuelano desfalcaria o atual campeão nacional pelos próximos sete compromissos.

O período de um mês fora permitiria Guerra voltar ao time somente na antepenúltima rodada da competição. Para a 36ª jornada da Série A, o Palmeiras tem jogo agendado contra o Avaí, no dia 20 de novembro, em Florianópolis.

Guerra perdeu espaço no time titular desde o fim da Era Cuca. O camisa 18 não era titular desde o confronto diante do Atlético-MG, em 9 de setembro. Nos últimos quatro jogos pela Série A, o meia entrou apenas no clássico contra o Santos. 

O jogador trabalhava entre os reservas – e atletas que retornam de lesão, como Mina - no momento em que se machucou. Antes do diagnóstico que o tira por um mês dos gramados, Guerra aparecia como uma opção ao trio de titulares formado por Jean, Moisés e Tchê Tchê.

Futebol