PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Zagueiro do Galo culpa assessor por desejar boa sorte a goleiro do Cruzeiro

Gabriel comenta situação em que desejou boa sorte ao Cruzeiro pelo Twitter - Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro
Gabriel comenta situação em que desejou boa sorte ao Cruzeiro pelo Twitter Imagem: Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

Do UOL, em Belo Horizonte

28/09/2017 21h53

Minutos antes do compromisso entre Cruzeiro e Flamengo pela final da Copa do Brasil, um fato chamou a atenção. Gabriel desejou boa sorte a Lucas França, terceiro goleiro do Cruzeiro, na decisão do torneio.

A mensagem do zagueiro gerou revolta por parte da torcida do Atlético-MG. Nesta quinta-feira (28), o defensor explicou o que houve e revelou até que demitiu os responsáveis por sua imagem:

“Foi um ato que aconteceu e eu não sabia de nada. Mas infelizmente aconteceu, já está tudo resolvido. Não trabalho mais com o pessoal dessa assessoria. Infelizmente, foi um erro muito grave, que pode prejudicar”, revelou em entrevista coletiva.

O UOL Esporte tentou contato com a empresa responsável por trabalhar com o atleta, mas não obteve resposta.

O defensor revela que Marcos Rocha foi quem contou a ele o ocorrido: “Eu estava voltando de BH, pois eu tinha levado minha namorada para fazer um trabalho de faculdade. O (Marcos) Rocha tinha mandado uma foto no grupo, e em seguida uma mensagem do Domênico (Bhering, diretor de futebol interino). Depois, olhei a foto, vi aquilo. Não sabia, estava na BR”.

O problema de Gabriel começou na noite de quarta-feira. O perfil do atleta escreveu a seguinte mensagem:  “Boa sorte, Lucas França!”. Na sequência, o atleta postou: “Acabaram hackeando meu Twitter. Situação resolvida! #AquiÉGalo”. Minutos mais tarde, uma mensagem apareceu:  “Aviso: Infelizmente, meu Twitter foi invadido. Todas as medidas já foram tomadas. Lamento e espero que atos assim não voltem a se repetir!”.

Futebol