PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Lucas Silva volta a ver vermelho após 5 anos e garante: "busco o fair play"

Lucas Silva, volante do Cruzeiro - © Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Lucas Silva, volante do Cruzeiro Imagem: © Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

18/09/2017 14h21

Lucas Silva sofreu a segunda expulsão como atleta profissional no triunfo sobre o Bahia, nesse domingo (17), no Mineirão, e fez questão de se explicar em sua página oficial no Facebook.

Antes da punição no duelo válido pela 24ª rodada do Brasileirão, ele teve que ir mais cedo para o vestiário em 23 de setembro de 2012, em revés para o São Paulo por 1 a 0, no Morumbi. O jogo era válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro daquele ano.

Depois de receber um cartão vermelho após quase cinco anos, o volante lamentou o ocorrido e reforçou que preza pelo jogo limpo.

"Ninguém gosta de ser expulso e comigo não é diferente. Infelizmente acabou acontecendo, em uma situação de jogo que não tinha outra opção, e tive que matar o contra-ataque. Sempre procuro o jogo limpo, foi assim e sempre será na minha carreira", escreveu.

"Agradeço aos torcedores, comissão técnica e companheiros pelo apoio. E reitero que o fair play faz parte do meu jogo e que nunca vou tentar machucar um parceiro de profissão. Parabéns a todos pela entrega e luta em mais uma importante vitória", acrescentou.

Embora tenha recebido somente o segundo cartão vermelho da carreira, Lucas Silva já sofrera com amarelos. Em 2017, foram cinco cartões desta cor em 30 partidas pelo clube de Belo Horizonte.

Futebol