PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Agente, promessa de mais jogos e aumento mantiveram Rafael no Cruzeiro

Rafael renovou com o Cruzeiro há pouco mais de duas semanas - Washington Alves/Cruzeiro
Rafael renovou com o Cruzeiro há pouco mais de duas semanas Imagem: Washington Alves/Cruzeiro

Thiago Fernandes e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

28/08/2017 04h00

Rafael acertou a renovação com o Cruzeiro há cerca de duas semanas. O novo contrato do atleta se encerrará em 2021. Três motivos fizeram o jogador antecipar a assinatura do compromisso com o clube de Minas Gerais.

A troca de agente, a promessa de mais minutos nas próximas temporadas e um aumento salarial significativo culminaram na extensão do vínculo do goleiro.

O primeiro motivo foi a mudança de empresário. Em julho deste ano, Rafael optou por alterar o responsável pelo agenciamento de sua carreira. Carlos Leite era o antigo representante, mas não goza do mesmo prestígio de outrora com a diretoria da Raposa.

Fábio Melo, atual empresário, por sua vez, é muito próximo dos dirigentes que conduzem o futebol na Toca da Raposa II. O fato contribuiu para o acordo. O novo compromisso do camisa 12 se encerra em dezembro de 2021. O antigo era até o fim de 2019.

Outro aspecto crucial para a renovação foi a promessa de mais minutos ao jogador. Embora Fábio seja titular incontestável, é possível que Rafael apareça em mais oportunidades no time de Mano Menezes. Como correspondeu às expectativas quando acionado, o atleta terá mais chances. O diretor de futebol Klauss Câmara o prometeu este fato durante as negociações.

A ideia é que o goleiro seja utilizado em jogos menos relevantes, mas que tenha um pouco mais de chances, mesmo com Fábio em alto nível.

Por fim, a diretoria valorizou o bom momento do jogador entre agosto de 2016 e maio de 2017. Titular neste período por conta de uma lesão de Fábio, Rafael fez defesas impressionantes e se destacou com as cores da equipe de Belo Horizonte.

Futebol