PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Buraco no calendário e notoriedade. Por que o Inter valoriza Primeira Liga

O Inter de Eduardo Sasha (f) está dando atenção ao torneio, diferente dos demais - Ricardo Duarte/Divulgação
O Inter de Eduardo Sasha (f) está dando atenção ao torneio, diferente dos demais Imagem: Ricardo Duarte/Divulgação

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

27/08/2017 04h00

Classificação e Jogos

O Internacional está, ao contrário de muitos outros clubes, interessado na Primeira Liga. Com espaço no calendário e de olho na importância que um eventual título pode ter no ano em que disputa a segunda divisão, o time de Porto Alegre usará boa parte de seus titulares nas quartas de final, diante do Atlético-MG, na próxima quarta-feira.

"Temos que pensar. Na fase em que estamos, talvez não seja bom ficar 15 dias sem os titulares atuarem", disse o técnico Guto Ferreira.

O espaço na série de jogos se dá por conta da parada nas competições nacionais com os jogos da seleção. Depois do jogo com Paysandu, na última sexta, o Inter só volta a campo pela Série B no dia 9 de setembro, para enfrentar o Juventude. Neste meio tempo, tem a Primeira Liga como alternativa.

E o Colorado não quer parar. A equipe embalou de vez com a série de seis vitórias seguidas na segunda divisão. Assumiu a liderança da competição e quer seguir com o mesmo ritmo.

Também por isso, imagina que manter o ritmo de jogos - que não está sendo excessivo - interessante para manutenção técnica. Ou seja, irá manter o máximo possível do time titular contra os mineiros. 

São três jogadores que devem ser preservados inicialmente: D'Alessandro, Uendel e Rodrigo Dourado. Os demais, todos devem atuar. "Acho que a gente, com algumas exceções de atletas com sequência grande de jogos, tentaremos colocar o que temos de melhor. Alguns que tem entrado, que não conseguem jogar os jogos inteiros, podem ter chance de jogar na quarta-feira", disse o vice de futebol Roberto Melo. 

Brilhar fora da Série B é tocar na elite

Mesmo que seja uma competição pouco atraente financeiramente e com a maioria dos times disputando com reservas, um eventual título da Primeira Liga seria importante para o Inter. Rivalizar com grandes clubes no ano em que disputa a Série B motiva e resgata a autoestima dos torcedores. Até agora o Inter usou reservas apenas em um dos três jogos da competição e terminou a primeira fase com a melhor campanha, 100% de aproveitamento. 

Por isso, se não atrapalhar diretamente o objetivo maior, que é subir de divisão, o Internacional irá dar mais atenção ao torneio, que na próxima quarta aponta eliminatória em jogo único nas quartas de final diante do Atlético-MG. O jogo será disputado no Beira-Rio, a partir das 19h30 (de Brasília).

 

Futebol