PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Bolaños pede para ir embora, mas Grêmio não tem proposta e aguarda agente

Miller Bolaños será pauta de reunião e pode deixar o Grêmio na próxima semana - Lucas Uebel/Grêmio
Miller Bolaños será pauta de reunião e pode deixar o Grêmio na próxima semana Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

25/08/2017 17h43Atualizada em 25/08/2017 22h40

Enquanto a imprensa mexicana dá como encaminhada a contratação do equatoriano Miller Bolaños pelo Tijuana, o Grêmio garante não ter recebido qualquer proposta pelo jogador. Até o momento, a direção de futebol do clube gaúcho apenas aguarda na próxima semana um encontro com o agente do jogador para tratar do futuro dele. Bolaños já procurou a direção gremista e pediu para ser negociado. 

A saída do clube é o caminho mais provável. Bolaños, cujo contrato vai até dezembro do ano que vem, já disse mais de uma vez que 'não está com a cabeça' no Grêmio. Ao jornal El Comercio, do Equador, o empresário do atleta, Jose Chamorro, se referiu ao tema como 'delicado'. A intenção dos Xolos de Tijuana em contar com o jogador foi revelada pelo técnico Eduardo Coudet, que admitiu desejo da contratação do atacante gremista junto com o argentino Iturbe, comprado da Roma nos últimos dias. 

Bolaños já informou à direção do Grêmio o desejo de se transferir. O jogador procurou o comando do clube e disse que sua família não quer mais ficar em Porto Alegre. 

Renato Gaúcho mostrou toda sua insatisfação em relação ao comportamento do jogador. Irritado, disse que já procurou Bolaños por mais de uma vez para tentar dar apoio ao jogador. E que agora, quando o jogador se sentir pronto, que o procure. "Novela mexicana não me serve. O problema do Bolaños é a cabeça e quem tem que nos dar a resposta é ele. Quando ele achar que está bom para ajudar o grupo e o Grêmio, ele vai ficar à disposição. Eu não vou ficar aqui todos os dias passando a mão na cabeça, dando mamadeira, escovando dentes, dando iogurtezinho na boca", disse Portaluppi. 

Ao UOL Esporte, o vice de futebol gremista, Odorico Roman, disse que o clube não recebeu qualquer proposta do Tijuana por Bolaños ou de qualquer outro clube. Aguarda o empresário do jogador na próxima semana para debater o futuro em uma reunião. 

O Grêmio comprou 70% dos direitos de Bolaños por 5 milhões de euros (R$ 19,4 milhões na cotação da época) do Emelec. O aporte financeiro foi dado em parceria com um investidor. Com 27 anos, 'The Killer' disputou 46 partidas pelo Tricolor e marcou 15 gols. 

Futebol