PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Luan fica? Grêmio aguarda por proposta a uma semana da janela fechar

Luan tem futuro incerto após recusas do Grêmio e sem novas propostas - Wesley Santos/Estadão Conteúdo
Luan tem futuro incerto após recusas do Grêmio e sem novas propostas Imagem: Wesley Santos/Estadão Conteúdo

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

25/08/2017 04h00

A última janela grande do ano de transferências internacionais fecha no próximo sábado. Dentro de uma semana, os jogadores que forem negociados para fora do país já deverão estar inscritos nos novos destinos. E o tempo deixou de ser aliado do Grêmio. Em uma semana, ou o Tricolor vende Luan ou pode correr o risco de uma queda sensível de preço.

Não há nova proposta por ele. Segundo o presidente do clube, Romildo Bolzan Júnior, o atacante de 24 anos foi alvo efetivamente apenas de Sampdoria, da Itália, e Spartak Moscou, da Rússia.

"Se tiver que ser, será. Se tiver proposta, avaliaremos. Neste momento não temos propostas para avaliar. Tínhamos duas propostas, uma do Spartak que caiu. Outra da Sampdoria que não aceitamos. Esse assunto nem tenho o que dizer. Nem pelo sim e nem pelo não", disse sobre a venda do jogador.

Na última semana, o Grêmio emitiu nota oficial para dizer que não chegou a abrir negociação com o Atletico de Madri por Luan ou qualquer outro jogador. Um encontro entre as partes teria demonstrado interesse dos europeus por ele.

Enquanto isso, o diretor executivo de futebol do clube, André Zanotta, e o advogado Gabriel Vieira estiveram no Velho Continente prospectando possibilidades para o jogador, mas regressaram no fim desta semana. 

O tempo passa a ser rival

As principais janelas de transferência fecham-se entre sexta-feira e sábado da próxima semana. No dia 31,(quinta-feira), encerram-se as entradas em Inglaterra, França, Alemanha, Itália e Rússia. Na sexta, dia 1º, é a vez de Espanha e Ucrânia encerrarem o período de negociações. Desta forma, a principal janela que seguirá aberta será em Portugal, cujo fechamento ocorre apenas no dia 22 de setembro.

Caso não venda Luan até lá, o Grêmio corre o risco de uma queda sensível de preço. O jogador terá apenas mais sete meses de contrato no fim deste ano e qualquer clube que venha a firmar oferta, levará em conta a possibilidade dele assinar um pré-contrato em janeiro e sair gratuitamente do Brasil ao fim do vínculo.

A reportagem do UOL Esporte apurou que a renovação do vínculo atual ainda é o cenário menos provável. O Grêmio detém 70% dos direitos de Luan e espera um valor próximo a R$ 60 milhões por sua fatia no negócio.

Futebol