PUBLICIDADE
Topo

Futebol

As três ideias do Grêmio para ir a sua nona final de Copa do Brasil

Lucas Uebel/Divulgação
Imagem: Lucas Uebel/Divulgação

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

23/08/2017 04h00

O Grêmio joga por um empate para chegar a sua nona final de Copa do Brasil. Para tanto, o time de Renato Gaúcho tem três ordens claras diante do Cruzeiro, nesta quarta-feira (23), em Belo Horizonte: esquecer a vantagem e abdicar de jogar com ‘regulamento debaixo do braço’, aproveitar os espaços de um time que terá de atacar e apostar no trio ofensivo formado por Pedro Rocha, Luan e Lucas Barrios.

O UOL Esporte mostra as ideias básicas do Grêmio para o jogo no Mineirão, às 21h45 (horário de Brasília).

Explorar espaços

O Grêmio venceu em Porto Alegre por 1 a 0, gol de Lucas Barrios. O Cruzeiro, portanto, tem que no mínimo repetir o placar para não ser eliminado no tempo normal. Em desvantagem, o time de Mano Menezes terá de atacar. E o Tricolor espera os espaços.

“A gente sabe como é importante fazer um gol no Mineirão”, resumiu Renato Gaúcho antes da viagem do Grêmio a Belo Horizonte. “Temos que tentar jogar o futebol do Grêmio. Ter a bola, agredir o rival”, detalhou Walter Kannemann.

Esquecer a vantagem

Lance entre Grêmio e Cruzeiro, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre - Giazi Cavalcante/Light Press/Cruzeiro - Giazi Cavalcante/Light Press/Cruzeiro
Imagem: Giazi Cavalcante/Light Press/Cruzeiro

A ordem mais forte é para que o Grêmio não fique só recuado. Não jogue em cima do escore obtido como mandante. E assim, não chame o Cruzeiro para o seu campo.

“Vamos esquecer a pequena vantagem. Lógico que com nossos cuidados. O jogo está aberto”, declarou o treinador. “Nós temos uma pequena vantagem, ela vai ser usada na hora certa. Temos que esquecer isso e ir ao Mineirão respeitando o adversário e jogando, como sempre fizemos”, completou.

O trio final

O Grêmio saiu vencedor do primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil - Reprodução / Twitter Grêmio - Reprodução / Twitter Grêmio
Imagem: Reprodução / Twitter Grêmio

Participação em 60% dos gols do Grêmio no ano. Esse é o trio Luan, Pedro Rocha e Barrios. O argentino naturalizado paraguaio é o artilheiro do time, mas os outros dois atacantes tem peso gigante no jogo do Tricolor.

Ofensiva, a equipe tem em Pedro Rocha um alicerce para o jogo pelo flanco. E explora a exaustação a movimentação e criatividade de Luan. Flutuando entre as linhas, ele encontra espaços e triangulações. Além de ter recurso para finalizar de média distância.

Pedro Rocha tem 11 gols e 11 assistências. Luan soma 11 assistências e 14 gols. Barrios tem dois passes para gol e é artilheiro do time com 17 bolas na rede. E o camisa 18 tem a incrível média de três finalizações necessárias para converter.

O Grêmio joga a sexta partida válida pela Copa do Brasil de 2017. Até aqui, o time tem 100% de aproveitamento – cinco vitórias. Com 13 gols marcados e somente três sofridos. Se chegar à final, o Tricolor repetirá o feito de 1989, 1991, 1993, 1994, 1995, 1997, 2001 e 2016.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO X GRÊMIO

Data e hora: 23/08/2017 (quarta-feira), às 21h45 (Brasília)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ/Fifa)
Assistentes: Rodrigo F Henrique Correa (RJ/Fifa) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)

CRUZEIRO: Fábio; Lucas Romero (Ezequiel), Murilo, Léo e Diogo Barbosa; Henrique, Hudson, Robinho e Thiago Neves; Alisson e Raniel (Rafael Sóbis)
Técnico: Mano Menezes

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Bressan, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Maicon (Arthur), Ramiro, Luan e Pedro Rocha; Lucas Barrios
Técnico: Renato Gaúcho

Futebol