PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Golaço, ovação e música de Raí. A idolatria por Neymar no PSG

Neymar aplaude a torcida do PSG em seu primeiro jogo pelo time em Paris - AP Photo/Kamil Zihnioglu
Neymar aplaude a torcida do PSG em seu primeiro jogo pelo time em Paris Imagem: AP Photo/Kamil Zihnioglu

João Henrique Marques

Do UOL, em Paris

21/08/2017 04h00

O locutor do estádio Parque dos Príncipes, em Paris, anuncia: “Da Silva. Santos”. E a torcida do PSG conclui aos berros: “Neymar”. O atacante foi ovacionado a cada toque na bola na goleada por 6 a 2 contra o Toulouse, pela terceira rodada do Campeonato Francês. É a nova realidade de ser o principal astro de um clube europeu.

No PSG, Neymar tem espaço para o erro. Falhou em dribles, passes e desperdiçou duas boas chances de gol no início do jogo. Não tem problema. Com a liberdade em campo, sobram chances para marcar – foram dois gols e duas assistências na partida, além de ter sofrido o pênalti marcado por Cavani e participado do lance que originou o gol de Pastore (o quarto do jogo).

"Na verdade, me sinto solto como na seleção (brasileira). Gosto de jogar com essa liberdade, cair pelos lados e desenvolver meu futebol. No Barcelona vinha fazendo isso aos poucos. Mas realmente aqui fico mais à vontade", destacou o camisa 10 após o jogo.

"Ainda estou pegando ritmo de jogo, sinto que preciso melhorar. Não tenho um entrosamento com os companheiros em campo, mas logo logo a coisa vai melhorar", complementou.

A emoção da torcida com Neymar em campo impressiona. São suspiros a cada drible ou domínio de bola. Aplausos até mesmo em tentativas frustradas de jogadas individuais. A noite festiva da torcida do PSG foi coroada com um golaço de Neymar nos acréscimos do jogo.

"Eu nem lembro como foi o gol. Vou precisar ver no vídeo. Só que todo mundo no vestiário já veio me falar que foi bonito", comentou o brasileiro. 

Música de Raí agrada Neymar

A "Aquarela do Brasil", mesma música cantada ao maior ídolo brasileiro do PSG, o meia Raí – atuou no clube de 93 a 98 –, foi a escolhida pela torcida para destacar Neymar.

A música é cantarolada em todo o estádio sendo os versos de "Brasil, Brasil" substituídos por "Neymar, Neymar".

"Estou feliz, pois Raí foi um dos ídolos da minha mãe. Ela era são-paulina e gostava muito dele", disse Neymar.

"Já me sinto em casa aqui. O carinho da torcida foi impressionante. Sei que aqui vamos repetir muitas festas como essa", concluiu o camisa 10.

Futebol