PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Eurico faz mistério sobre novo técnico e ironiza: "Perguntem ao Edmundo"

Eurico Miranda e Milton Mendes em entrevista coletiva no Vasco - Carlos Gregório Júnior / Flickr do Vasco
Eurico Miranda e Milton Mendes em entrevista coletiva no Vasco Imagem: Carlos Gregório Júnior / Flickr do Vasco

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

21/08/2017 18h24

Após oficializar a saída do técnico Milton Mendes do comando da equipe do Vasco, o presidente do clube, Eurico Miranda, fez mistério sobre o nome do futuro treinador do time. Embora se saiba que Zé Ricardo, ex-Flamengo, é o profissional de maior consenso na diretoria, o dirigente preferiu não revelar e ainda atacou Edmundo, ex-jogador e comentarista da Fox Sports que, declaradamente, faz oposição ao cartola.

“Pergunta ao Edmundo. Ele deve sabe bem. Pergunte a ele. Com certeza o que ele gostar, eu não gosto”, respondeu ao repórter da emissora.

Eurico deixou claro estar com pressa para definir a contratação do novo treinador, desejando que ele já esteja no comando da equipe no clássico com o Fluminense, neste sábado, no Maracanã.

"Espero que já esteja comandando no sábado. O que esta definido é que o Valdir (Bigode, auxiliar) vai assumir amanhã interinamente, mas não sei se ficará por um, dois, três dias... mas que virá um novo, isso é certo", disse.

Ainda seguindo a linha do mistério, o presidente vascaíno explicou o motivo pelo qual não quer dar pistas:

"Virá alguém, com certeza, mas não traçarei o perfil porque vocês (jornalistas) vão saber quem é. Se eu der meia linha, vão saber quem é".

Edmundo, que foi alvo da alfinetada de Eurico Miranda, é ligado ao grupo político de oposição do Vasco que tem como candidato Julio Brant, segundo colocado na última eleição do clube. 

"Zé tem história no Vasco"

Mais tarde, em entrevista ao programa "Show do Apolinho", da Rádio Tupi, Eurico Miranda frisou não ver problema em Zé Ricardo ter sido treinador do Flamengo:

"Todos têm história. O Zé Ricardo tem história, até aqui no Vasco. Foi treinador do Vasco, trabalhou no Vasco. Treinadores que trabalharam comigo treinaram o Vasco e treinaram o Flamengo. Isso não pesa. Se eu vier tomar a decisão que eu tomar, a responsabilidade é minha. Eu sempre assumi o ônus. No meu entendimento eu vou fazer o que é melhor para o Vasco". 

Futebol