PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Menino corintiano realiza sonho com camarote na Arena e camisa de Cássio

Mateus, 12 anos, ao lado de Carlos, 23: sonho realizado na Arena Corinthians - Diego Salgado/UOL Esporte
Mateus, 12 anos, ao lado de Carlos, 23: sonho realizado na Arena Corinthians Imagem: Diego Salgado/UOL Esporte

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

20/08/2017 04h00

O sonho de um menino de 12 anos ganhou um novo capítulo no último sábado, durante o confronto entre Corinthians e Vitória, em Itaquera, que terminou com o triunfo dos visitantes por 1 a 0. Morador do bairro e fanático pelo clube paulista, o estudante Mateus Araújo assistiu à partida de camarote do estádio alvinegro a convite do clube. Além disso, o garoto ganhou uma camisa das mãos do goleiro Cássio dias depois de conseguir, enfim, conhecer a Arena Corinthians por dentro.

Os dias inesquecíveis, marcados também por uma visita ao CT Joaquim Grava durante a semana e o encontro com alguns jogadores, só viraram realidade depois da atitude de Carlos Festa, 23 anos, torcedor corintiano que deu um ingresso a Mateus minutos antes de o Corinthians entrar em campo para enfrentar o Patriotas-COL pela Copa Sul-Americana no último dia 26.

"Eu estava com um ingresso sobrando porque um colega meu ficou preso no escritório. Então eu pensei: 'não vou entrar com dois ingressos no estádio, preciso achar alguém'. E foi ele", contou Carlos em entrevista ao UOL Esporte, concedida depois da derrota alvinegra por 1 a 0 para o Vitória.

Cássio e Mateus - Carlos Festa - Carlos Festa
O garoto também conheceu o goleiro Cássio
Imagem: Carlos Festa

Isso só foi possível graças à devoção de Mateus pelo clube do coração e, claro, à solidariedade de Carlos. Morador de Guaianases, na zona leste de São Paulo, o menino preferiu se mudar para a casa da avó, em Itaquera, a fim de ficar mais próximo ao estádio do Corinthians.

"Minha mãe não deixava eu vir para cá. Eu fugia de casa para vir. Vim para cá só para ficar perto do estádio. Sempre vim aqui", contou o garoto, que é estudante do ensino fundamental.

No dia do encontro casual, Mateus estava perambulando pela área externa da Arena Corinthians, como é habitual. "Eu venho aqui para ficar com as coisas do Corinthians que os torcedores têm de jogar fora na entrada do estádio. Eu ando em tudo aqui", explicou.

Carlos, então, o encontrou depois de pedir ajuda a funcionários do estádio - o relato foi publicado [veja aqui]  pelo torcedor no dia 27 de julho, no Facebook, e teve mais de 44 mil compartilhamentos. De acordo com ele, Mateus estava vestido com uma jaqueta grande achada no lixo. Para entrar na Arena foi preciso tirá-la, pois ela fazia menção a uma torcida organizada.

O problema é que Mateus também usava uma camisa regata verde, cor do rival Palmeiras. Carlos, então, não pensou duas vezes. "Fui comprar uma camisa do Corinthians no quiosque aqui por causa disso", disse o corintiano de 23 anos.

Mateus - Carlos Festa - Carlos Festa
Mateus ganhou uma camisa do Corinthians
Imagem: Carlos Festa

Além de ter visto a vitória por 2 a 0 do Corinthians sobre o time colombiano naquela ocasião e ganhado uma camisa nova da equipe, Mateus ainda voltou para casa com uma pizza comprada por Carlos.

"É difícil ver pessoas assim no mundo. Foi uma felicidade poder realizar meu sonho. Foi bem legal", ressaltou o menino, que ficou mais conhecido depois de o relato de Carlos viralizar nas redes sociais.

"Não sabia que ele tinha colocado na internet. Meus amigos me falaram depois que tinham me visto. Depois eu vi, mas nem imaginava isso. Fiquei famoso no bairro", contou Mateus, sorrindo.

Diante de repercussão, o Corinthians procurou a dupla de torcedores e abriu as portas do CT Joaquim Grava na última quinta-feira. Mateus, então, pôde conhecer os maiores ídolos no futebol, como o goleiro Cássio e o meia-atacante Pedrinho.

Neste sábado, depois do jogo contra o Vitória, o jovem corintiano voltou a encontrar o arqueiro corintiano na zona mista da Arena Corinthians. Mais uma vez com a ajuda do clube alvinegro, que também disponibilizou o camarote a Mateus e Carlos.

Futebol