PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Robben exalta Mourinho e lições de Terry em carta para seu "eu mais jovem"

Arjen Robben, do Bayern de Munique -
Arjen Robben, do Bayern de Munique

Do UOL, em São Paulo

18/08/2017 16h52

O holandês Arjen Robben, 33, resolveu colocar sua carreira em perspectiva. Mais perto do ocaso do que do auge, o camisa 10 do Bayern de Munique escreveu uma carta para “seu eu mais jovem” e publicou o conteúdo no site “The Player’s Tribune”, portal especializado em conteúdos pessoais produzidos por atletas. No texto, exaltou a convivência com o treinador José Mourinho, atualmente no Manchester United, e fez elogios contundentes ao zagueiro John Terry, 36, com quem conviveu no Chelsea.

“Aos 20 anos, você vai estar na Premier League. E o seu treinador? O nome dele é José Mourinho. Eu deveria prepará-lo, porque ele espera muito de você... e de todos. De imediato, você vai sentir a diferença de jogar em um time da Premier League. Vai precisar ser mais duro, mais forte, mais rápido. Você vai ter de provar o que vale e demonstrar a José em todas as semanas que merece continuar entre os titulares. Olha, muito foi dito sobre José. Ele tem uma personalidade forte, é exigente. Mas desde que você começou a jogar, passou a ser exigente consigo mesmo. Dessa maneira, parece ser a combinação perfeita”, escreveu o holandês.

A carta conta alguns dos passos mais importantes de Robben na carreira, começando pelo momento em que a mãe avisou ao jogador que ele havia sido aceito nas categorias de base do Groningen.

No trecho sobre o Chelsea, o holandês enalteceu sobretudo o comportamento do defensor fora de campo: “Muitos dos jogadores que estiveram no clube vão cuidar de você, mas não haverá um mais importante do que John Terry. O que um atacante holandês pode aprender com um zagueiro inglês? Tudo. O mais importante é sobre o que é preciso para ser um capitão e um líder no clube. Ele será alguém com quem você poderá falar – seja sobre futebol ou qualquer outra coisa. Ele será alguém que dará conselhos e vai encorajar você. Aprenda o máximo possível com ele”.

Robben ainda falou sobre o período de Bayern de Munique. O holandês defende o clube bávaro há oito anos, época em que amealhou seis títulos do Campeonato Alemão e uma taça da Liga dos Campeões da Uefa (2012/2013).

“Por que estou fazendo isso? Tenho pensado muito nos últimos tempos. Você já atuou em 17 temporadas e vai entrar para mais uma, sua última com contrato vigente. Hoje está com 33 anos e não se sabe o que pode acontecer. Quando parar, talvez comece a pensar no futuro e se lembre do início, de quando tudo deixou de ser apenas um jogo”, finalizou o holandês.

Futebol