PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Por que futuro de Luan no Grêmio segue indefinido? Entenda os motivos

Meia-atacante recebeu propostas de Sampdoria e Spartak Moscou, da Rússia - Lucas Uebel/Grêmio
Meia-atacante recebeu propostas de Sampdoria e Spartak Moscou, da Rússia Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

18/08/2017 04h00

Faltando 13 dias para o fechamento da janela de transferências nas principais ligas da Europa, Luan segue no Grêmio e sem nenhum sinal consistente de que esteja de saída. Pelo contrário. Após receber ofertas de Spartak Moscou e Sampdoria, o camisa 7 do Grêmio é centro de um universo complexo e com desfecho incerto.

O UOL Esporte mostra, em um compêndio, as novidades em relação a Luan.

Reunião sem acerto

Na terça-feira da semana passada, o Grêmio se reuniu para tentar definir o futuro do jogador. Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio, Jair Peixoto, empresário de Luan, e Gilmar Veloz, agente que intermediou a negociação com o Spartak-RUS, se encontraram na Arena do Grêmio. Pouco mais de 24h antes do jogo o Godoy Cruz-ARG, pela Libertadores.

No encontro, as partes divergiram fortemente sobre o modelo do negócio a ser concretizado. O time russo apresentou proposta formal de cerca de 24 milhões de euros (R$ 89,3 milhões). O Grêmio aceitou a oferta, mas o estafe de Luan não.

Jair Peixoto foi o primeiro a deixar o encontro, mas antes foi definitivo sobre a posição: Luan não irá para o Spartak Moscou. O time russo foi informado ainda naquela semana e já partiu para outras opções no mercado, como Niang, do Milan.

Dívida volta à tona

Luan, do Grêmio (Photo by Lucas Uebel/Getty Images) - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

O estafe de Luan trouxe à mesa um tema antigo e que estava adormecido. Uma dívida referente a cláusulas de bonificação pelo desempenho do jogador nos últimos anos. O Grêmio se mostrou incomodado com a citação das cifras durante conversa sobre a transferência.

As partes não chegaram a discutir o formato de quitação.

Renato foi acionado

Depois do encontro na Arena, o Grêmio acionou Renato Gaúcho. O treinador teve uma conversa com Luan sobre as tratativas e o futuro do jogador. A ideia era manter o meia-atacante concentrado no dia a dia e buscar uma espécie de intervenção junto ao estafe. De olho em um meio-termo e avanço nas conversas com os clubes interessados.

Luan também teve rápida conversa com os dirigentes. Mas desde então a diretoria não se reuniu mais com o empresário do jogador.

Decisões atrapalham

Luan comemora gol do Grêmio contra o Deportes Iquique na Libertadores - Jefferson Bernardes/AFP - Jefferson Bernardes/AFP
Imagem: Jefferson Bernardes/AFP

As diferenças entre Grêmio e estafe de Luan derrubaram as chances de saída até agora, mas existe outro elemento no cenário que vem em um crescendo. O jogador já manifestou, para todos os entes do cenário, que deseja ficar caso o clube chegue às finais da Copa do Brasil.

Ganhar um segundo título, na melhor temporada da carreira, é um dos objetivos de Luan. Para se valorizar, claro, mas também para encerrar em alto nível a passagem pelo clube.

O detalhe está no calendário. A janela nas principais ligas fecha às 23h59min de 31 de agosto. O primeiro jogo da final da Copa do Brasil está marcado para 7 de setembro. O Grêmio venceu o primeiro jogo da semifinal, 1 a 0 em cima do Cruzeiro, e decide a vaga na próxima quarta-feira (23), em Belo Horizonte. Um empate basta para o time gaúcho chegar à decisão.

Renovação é quase impossível

Luan tem contrato até setembro de 2018 e a renovação é quase impossível, segundo os envolvidos na conversa entre Grêmio e jogador. No final do ano passado, as partes entraram em rota de colisão ao tratar do tema. O Grêmio chegou a apresentar oferta para ampliar o vínculo por três temporadas com salário na casa de R$ 500 mil. O acordo não foi aceito.

Desde então, já ocorreram idas e vindas no tocante às cláusulas. Uma delas é sobre a multa rescisória prevista em contrato. Em mais de uma oportunidade, a ampliação do vínculo foi dada como concluída e houve reviravolta por novas exigências antes da assinatura.

Atualmente, Luan está fora do TOP 3 do elenco do Grêmio em termos de salário. Mesmo após elevar seus vencimentos por conta de participação na seleção olímpica, em 2016, o jogador segue abaixo dos mais bem pagos do grupo principal.

China, Espanha e Inglaterra no passado

Depois de ajudar a seleção a conquistar inédita medalha de ouro olímpica, Luan se valorizou. Mesmo assim, o Grêmio recebeu poucas ofertas pelo jogador. A caixa de e-mail da presidência também não se encheu após o título da Copa do Brasil, em dezembro.

Os poucos contatos foram feitos por um time chinês, no final de 2016 e em fevereiro; pelo West Ham, perto da virada do ano, e por um clube espanhol quase no mesmo período. À época o Grêmio almejava perto de 30 milhões de euros para concretizar a operação.

Em fevereiro, o Tricolor recebeu uma comitiva da Alemanha que desejava autorização para buscar negócios na Bundesliga.

A falta de ofertas mais robustas, e de clubes considerados do primeiro escalão, intriga o Grêmio desde o segundo semestre do ano passado.

À espera de um terceiro clube

Depois da Sampdoria, que fez duas propostas, e Spartak Moscou, mais recentemente, o Grêmio espera por um novo interessado. Nos últimos dias, quatro agentes procuraram o clube gaúcho aventando possibilidades. Um deles pediu autorização por escrito para buscar negócios na Inglaterra, mas não foi contemplado.

O Liverpool, citado pelo diário Daily Mirror como interessado, segundo apurou o UOL Esporte não tem Luan como alvo. O Borussia Dortmund foi apontado pela Rádio Guaíba como outro potencial comprador. Grêmio, representantes do futebol alemão no Brasil e o estafe de Luan desconhecem o interesse do time prussiano.

O que pensa Luan

Luan durante treino do Grêmio - LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA - LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
Imagem: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Autor de 14 gols no ano, Luan só deseja ir para um time competitivo. Que esteja envolvido com as principais ligas do velho continente - Espanha, Inglaterra, França, Itália. Mas até pela boa fase do Grêmio, bom desempenho individual, não tem se mostrado apreensivo com o desfecho do caso.

Os próximos passos

O Grêmio aguarda que o estafe de Luan traga uma nova oferta. Além do agente do jogador, outros intermediários já atuam no mercado atrás de interessados - autorizados pelo empresário do camisa 7.

A diretoria afirma que as tratativas com a Sampdoria ainda não foram finalizadas. Que Luan ainda analisa se aceita o acordo com os italianos. O detalhe é que o clube já se mexe dentro do mercado europeu atrás de outras peças para o setor ofensivo.

O grande sonho do Grêmio é bater martelo agora e ficar com o atleta até dezembro - mesmo que o valor da operação caia. O Spartak, que fez a melhor proposta, descartou completamente a possibilidade. E no mercado essa chance é vista como remota.

Para relembrar

Luan, 24 anos, chegou ao Grêmio em 2013. O Tricolor tem 70% dos direitos econômicos do jogador e planeja arrecadar pelo menos R$ 60 milhões (cerca de 18 milhões de euros) com o negócio. Jair Peixoto, empresário de Luan; Celso Rigo, torcedor do Grêmio e investidor; e K2 Soccer dividem igualmente os demais 30% dos direitos do jogador.

Futebol