PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Caçula do Inglês paga R$ 34 milhões ao City para manter destaque do time

Aaron Mooy, da Austrália (número 13), em ação na Copa das Confederações - Kirill Kudryavtsev/AFP
Aaron Mooy, da Austrália (número 13), em ação na Copa das Confederações Imagem: Kirill Kudryavtsev/AFP

Do UOL, em São Paulo

30/06/2017 09h48

De acordo com reportagem do jornal inglês "Daily Mail", o Huddersfield Town, caçula da Premier League, pagou 8 milhões de libras (cerca de R$ 34,2 milhões) ao Manchester City para adquirir os direitos do meia Aaron Mooy e mantê-lo no time. O valor da compra é recorde para o clube.

Mooy, que defende também a seleção australiana, foi cedido pelo City ao Huddersfield por empréstimo e disputou 51 jogos pelo clube, marcando quatro gols e distribuindo dez assistências. O meia foi peça importante na campanha que rendeu a promoção para a Premier League.

Por conta de bônus contratuais previstos na negociação, o valor da compra de Mooy pode chegar a 10 milhões de libras (aproximadamente R$ 42,8 milhões).

O contrato de Mooy com o Huddersfield será de três anos com opção de renovação automática para o quarto se o clube desejar. O jogador já disputou 28 partidas com a seleção australiana, marcando seis gols.

Para sua campanha na elite inglesa, o Huddersfield renovou os contratos do treinador David Wagner e do assistente técnico Christoph Buehler.

Futebol