PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Seleção portuguesa anuncia doação a município de tragédia florestal

Portugueses se reunem no centro do campo para homenagear vítimas - AFP PHOTO / FRANCK FIFE
Portugueses se reunem no centro do campo para homenagear vítimas Imagem: AFP PHOTO / FRANCK FIFE

Do UOL, no Rio de Janeiro

18/06/2017 12h12

Classificação e Jogos

A tragédia florestal que abalou Portugal mexeu também com os jogadores da seleção do país. Neste domingo (18), momentos antes da estreia da equipe na Copa das Confederações, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou uma doação de entidade, jogadores e estafe à cidade do incêndio.

“A FPF, os jogadores, os treinadores e o staff decidiram juntar uma verba para entregar ao município de Pedrógão Grande”, contou a Federação, em postagem na rede social.

O jogo contra o México, em Kazan (Rússia), contou ainda com um emocionado um minuto de silêncio para as mais de 60 vítimas fatais do incêndio florestal.

O incêndio

O incêndio começou por volta das 15h local (11h em Brasília), na localidade de Pedrogão Grande, no distrito de Leiria, que decretou estado de emergência. Distante 200 km de Lisboa, a localidade tem cerca de 4.000 habitantes.

Ao me 700 bombeiros e 220 veículos foram mobilizados para apagar as chamas, que segundo o secretário do Interior se propagaram "com muita violência" e "de maneira inexplicável", avançando em quatro frentes.

O incêndio atingiu vários povoados, o que dificulta no momento uma avaliação sobre o total dos danos. Este sábado, um forte calor atingiu Portugal, com temperaturas que superaram os 40 graus em várias regiões.

Relativamente poupado nos anos de 2014 e 2015, Portugal foi duramente atingido no ano passado pelos incêndios florestais, que devastaram mais de 100 mil hectares em seu território continental.

Futebol