PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Após vice paulista e rebaixamento, Fernando Diniz deixa comando do Audax

Fernando Diniz criou uma grife de trabalho baseada em domínio por posse de bola  - Divulgação
Fernando Diniz criou uma grife de trabalho baseada em domínio por posse de bola Imagem: Divulgação

Bruno Freitas

Do UOL, em São Paulo

26/05/2017 15h51

Depois de cinco anos à frente do Audax, com um vice paulista e um rebaixamento recente, Fernando Diniz acertou a saída do cargo de treinador. No entanto, como tem contrato em regime CLT, o profissional seguirá vinculado à equipe de Osasco, agora no papel de consultor técnico. A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação do clube. 

Desta forma, Fernando Diniz não comandará o Audax na disputa da Série D do Campeonato Brasileiro deste ano. A ideia é que a partir de agora o ex-jogador preste trabalho de consultoria extracampo. Por enquanto, o time terá a direção de Maércio Zeferino, coordenador das categorias de base.

Apesar da nova característica do vínculo com o Audax, Diniz pode virar uma peça cobiçada do mercado. A tendência é que o clube de Osasco não ofereça resistência em caso de uma oferta interessante ao treinador.

Dono de métodos e conceitos de futebol considerados pouco convencionais, como a aposta numa cultura agressiva de posse de bola, Fernando Diniz conseguiu projeção à frente do Audax. O auge de seu trabalho de cinco anos foi a campanha no Campeonato Paulista de 2016, quando a equipe eliminou o Corinthians na semifinal e, em seguida, acabou vice-campeã, perdendo a decisão contra o Santos. Deste time saíram nomes como Tchê Tchê (hoje no Palmeiras), Sidão (São Paulo), Camacho (Corinthians) e Yuri (Santos). 

Também em 2016, o Audax firmou parceria com o Oeste de Itápolis, que disputou a Série B do Campeonato Brasileiro tendo Fernando Diniz no comando. Na oportunidade, o treinador conseguiu livrar a equipe do interior paulista do rebaixamento na última rodada. 

Já em 2017, o Audax não conseguiu repetir a boa campanha no Paulista e acabou rebaixado. Com o elenco enfraquecido pela saída de seus principais jogadores, a equipe dirigida por Fernando Diniz teve a queda definida na última rodada da primeira fase, com derrota em casa para o Santo André. 

Futebol