PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Luxa ficou de falar com a família sobre ida a Recife, diz vice do Sport

Reprodução
Imagem: Reprodução

Roberto Oliveira

Colaboração para o UOL, em Recife

26/05/2017 14h32

À frente das negociações para contratação do novo treinador do Sport, o vice-presidente Gustavo Dubeux detalhou ao UOL Esporte a primeira reunião com Vanderlei Luxemburgo, na última quinta-feira (25), no mesmo dia da demissão de Ney Franco após o vice na Copa do Nordeste.

Dubeux qualificou a reunião como "muito boa" e disse que Luxa ficou de ver detalhes com a família para a vinda ao Recife. Caso a negociação se confirme, será o primeiro trabalho do "Pofexô" no Nordeste.

"A conversa foi muito boa, conversamos sobre futebol, sobre o Sport, mas não entramos em detalhes financeiros. Ficamos de até segunda conversar novamente. Ele está vendo alguns detalhes, como a vinda para o Recife com a família", afirmou por telefone à reportagem.

Questionado se a percepção da reunião foi de que Luxemburgo ficou animado com a perspectiva de assumir o Sport, o dirigente admitiu que sim.

"Claro, em relação ao Sport, ele disse que ficaria muito honrado de trabalhar no clube", contou Dubeux, que acumula os cargos de vice executivo e de futebol e foi presidente do clube em 2011 e 2012.

Ele e mais dois diretores viajaram nesta quinta direto de Salvador, onde o Sport foi derrotado por 1 a 0 pelo Bahia na decisão do Nordestão, a São Paulo para conversar com os possíveis substitutos de Ney Franco. Segundo Dubeux, o clube espera resolver a situação com tranquilidade.

"Ainda vamos conversar com outros treinadores." No momento, porém, Luxemburgo é o nome mais próximo de assumir o comando do Sport. O último trabalho do treinador foi no Tianjin Quanjian, da China, onde foi demitido no início de junho passado, há quase um ano. 

Futebol