PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Casemiro diz que queria ter feito mais pelo SP e revela convite da Espanha

Casemiro tem sido titular no Real Madrid - Matt Roberts/Getty Images
Casemiro tem sido titular no Real Madrid Imagem: Matt Roberts/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

02/04/2017 12h33

Titular do Real Madrid e da seleção brasileira, o volante Casemiro deixou o São Paulo em 2013 depois de pouco mais de cem partidas pelo clube. Após defender o Real Madrid B e o Porto, o jogador chegou no seu auge.

Quando saiu do Brasil, ele sofreu vários questionamentos. Foi chamado de marrento. Ao falar sobre o passado, o volante admite que se pudesse mudaria algumas coisas do passado.

A gente sofre com isso. Se pudesse fazer algumas coisas diferentes faria. Fica mais experiente, vida proporciona melhores coisas. Não dizia que estava tudo errado. Nunca fui afastado. Clube nunca me puniu por algo. Equipe oscilava, eu oscilava junto com a equipe”, falou ao Esporte Espetacular.

“Queria fazer muito mais dentro do clube, porque foram 11 anos. Ajudou minha família, tirou família da periferia. Tenho carinho imenso pelo clube, e sempre vou ter carinho pelo São Paulo”, completou.

Na época em que defendeu o Porto, Casemiro teve Julen Lopetegui como treinador. O técnico assumiu a seleção espanhola e tentou levar o volante com ele.

“Perguntou: ‘não quer virar espanhol?’. Mas não. Sou brasileiro com muito orgulho”, revelou o volante.

Futebol