PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Lyanco fica perto do Torino, mas pode seguir no SP até junho por Ceni

Lyanco comemora gol marcado pelo São Paulo - Rubens Chiri/SPFC.net
Lyanco comemora gol marcado pelo São Paulo Imagem: Rubens Chiri/SPFC.net

José Eduardo Martins e Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

22/03/2017 19h52

As conversas entre São Paulo e Torino pela venda de Lyanco avançaram rápido – um desfecho positivo para a negociação já é considerado provável por todos os envolvidos na negociação. A expectativa no Morumbi é de que a operação seja resolvida até a próxima semana, mas ainda não se sabe quando o zagueiro deixará de defender o time comandado por Rogério Ceni.

Há três possibilidades em cima da mesa: a mais provável delas é que haja um acerto e Lyanco já viaje para a Itália – o fato de ter ficado de fora da primeira fase do Paulista diminui suas oportunidades com Ceni; a alternativa é concluir a negociação agora, mas transferir o atleta apenas em julho, quando reabrem as inscrições nos campeonatos europeus - é esse o cenário preferido do treinador, que gostaria de manter o zagueiro até junho, para auxiliar na Copa do Brasil e no início do Brasileirão.

Uma terceira opção, considerada menos provável, é o congelamento das negociações e retomada no futuro próximo, com a venda e a saída ocorrendo no meio ou no final do ano.

Pelo negócio o São Paulo deve receber 6 milhões de euros, com mais 3 milhões condicionados à performance do jogador. O clube brasileiro ainda tenta ter uma porcentagem em uma venda futura, a exemplo do que fez na saída de David Neres para o Ajax, mas a pedida não agrada aos italianos – já havia sido empecilho nas conversas com a Juventus, também da Itália, que esfriaram.

 

Futebol