PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Pablo ignora cobranças e pede Corinthians atento com ou sem casa cheia

Do UOL, em São Paulo

16/02/2017 16h56

Em momento de queda de público na Arena Corinthians, que teve seu pior número em 90 jogos diante do Novorizontino, na quarta-feira, o elenco deve estar concentrado apenas no campo. É o que pediu o zagueiro Pablo, nesta quinta-feira, após ter marcado o gol da vitória da noite anterior.

"A gente deve entrar focado independente do número de torcedores no estádio. Claro que isso chama atenção da imprensa, porque o Corinthians joga sempre com o estádio cheio. Nosso objetivo em mente é sempre de vencer", afirmou o zagueiro.

"A pressão no Corinthians sempre vai existir, na primeira ou na décima rodada. Sabemos dessa responsabilidade. Quanto mais jogos fizermos, mais vamos ganhar concentração e entrosamento. Sabemos que temos de melhorar, mas não está tudo errado. Vamos dar continuidade e melhorar ainda mais", acrescentou.

O artilheiro da noite passada, recentemente contratado ao Bordeaux-FRA, comentou sobre ter feito o gol corintiano. "A emoção por um gol é muito grande, fazer um gol vestindo a camisa do Corinthians é mais ainda. Momento marcante na minha carreira, óbvio. Espero com muito trabalho, foco, ajudar a equipe. Seja fazendo gols ou tirando as bolas da defesa".

Já quanto ao bom desempenho defensivo da equipe, Pablo também celebrou. "Fico contente com isso, mas não é só a parte defensiva que está encaixada. Não são só os zagueiros e laterais, a equipe toda ajuda nessa parte de marcação. A equipe está tendo essa consciência de, quando perder a bola, voltar mais para marcar. É importante saber que estamos indo pelo caminho correto", disse.

O Corinthians atua no sábado e o próximo adversário também foi comentado por Pablo. "Sabemos como o Audax joga, é uma equipe qualificada, que trabalha muito a bola. Temos de entrar muito conscientes nisso, neutralizar o que eles sabem fazer, o toque de bola. Fazendo um jogo bem concentrado contra o Audax, entramos mais fortes contra o Palmeiras. Temos de fazer isso para ganhar ainda mais força no campeonato", falou.

Futebol