PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Destaque na estreia da Chape, Nathan diz que time ainda precisa entrosar

Zagueiro (dir.) projetou a estreia no Catarinense - Chapecoense/Divulgação
Zagueiro (dir.) projetou a estreia no Catarinense Imagem: Chapecoense/Divulgação

Daniel Fasolin

Colaboração para o UOL, em Chapecó (SC)

27/01/2017 19h22

Após a estreia oficial na temporada 2017, a Chapecoense voltou aos trabalhos na tarde desta sexta-feira (27) visando o primeiro jogo pelo Campeonato Catarinense, contra o Internacional de Lages, no próximo domingo (29).

Antes da atividade o zagueiro Nathan, um dos destaques apontados por Vagner Mancini após o jogo de quinta-feira (26), concedeu entrevista coletiva no CT Água Amarela.

“Nenhum time que tenha treinado quinze dias estará pronto. Conforme os jogos vão passando a equipe vai se encaixando. O Mancini vai ter mais tempo para encaixar o esquema e iremos melhorar a cada jogo”, declarou o defensor. “Aqui não tem time A ou time B, ainda mais com um elenco desse nível. Todos têm capacidade por que foram escolhidos para estar aqui hoje.”

Nathan valorizou todas as competições que o clube catarinense disputará. Para ele, três pontos na Primeira Liga, Campeonato Catarinense e Copa Libertadores têm o mesmo valor e os jogadores têm a obrigação de representar a camisa da Chapecoense.

“Estamos levando o nome da equipe, mas como eu falei temos que ter tempo para entrosar o elenco, independente do campeonato vamos dar o nosso melhor”, afirmou.

“Estamos deixando de lado o que passou e temos um novo desafio agora. É difícil lidar como essa parte psicológica. Estamos começando a olhar para frente. Estamos com uma página em branco para escrever a nossa história aqui. Os jogadores que estavam aqui elevaram o nível a um padrão que ninguém imaginava nós queremos continuar no alto nível que eles deixaram”, concluiu.

Futebol